06:34 13 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 270
    Nos siga no

    Rússia desenvolve sistema de controle de fogo de artilharia com elementos de inteligência artificial, permitindo excluir erros de operadores.

    O sistema, chamado de ASUNO (na sigla em russo), gerenciará tanto os disparos realizados por peças de artilharia com canhões quanto lançadores múltiplos de foguetes. Embora o sistema já existisse sem IA, agora a inteligência artificial passará a ser utilizada.

    "Atualmente, está sendo desenvolvido um sistema ASUNO com novos princípios de controle, com elementos de inteligência artificial", comunicou o serviço de imprensa do holding russo Vysokotochnye Kompleksy (pertence à corporação estatal russa Rostec).

    O uso de inteligência artificial será acompanhado também pela introdução de uma interface de compreensão intuitiva e de um sistema de apoio à tomada de decisão.

    Tais tecnologias deverão reduzir o tempo necessário para o gerenciamento de disparos e excluirá as chances de erros dos operadores.

    Também está sendo desenvolvida uma estrutura para o ASUNO que permitirá que o sistema seja mais flexível e capaz de interagir com outros sistemas.

    Entre os produtos de defesa que já utilizam o ASUNO figuram o sistema de artilharia autopropulsada Msta-SM, bem como os lançadores múltiplos de foguetes Tornado-G e Tornado-S.

    Mais:

    Rússia testará em 2023 novo míssil hipersônico guiado Gremlin 'impossível de derrubar'
    Caças britânicos podem realizar ataques simulados a satélites russos e chineses, sugere tabloide
    Rússia anuncia teste de novo projétil guiado de artilharia para obuseiro
    Tags:
    tecnologia militar, Tornado-S, Tornado-G, artilharia, Rússia, inteligência artificial
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar