07:14 08 Março 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1330
    Nos siga no

    A bomba guiada Krasnopol-M2 e as granadas de morteiro Gran concluíram os testes estatais em 2021, estando prontas para ser adotadas nas Forças Armadas da Rússia, segundo o consórcio Kalashnikov.

    Uma das características a ser destacada da Krasnopol-M2 é sua capacidade de alcançar seu alvo com precisão no primeiro disparo.

    A bomba pode ser utilizada tanto durante o dia como de noite, a partir de qualquer tipo de posição de disparo.

    O novo projétil opera a temperaturas entre -40 e +60 graus Celsius. O alcance máximo é de 25 quilômetros, com uma massa de 54 kg.

    De acordo com o especialista Aleksei Leonkov, o projétil conta com um gerador de gás com uma pequena quantidade de combustível sólido e um sistema de navegação inercial, que corrige a trajetória de voo conforme as coordenadas estabelecidas.

    "Se o projétil se desviar, então, com a ajuda do controle de direção é possível ajustar o voo para que chegue com maior precisão ao ponto determinado", explicou à Sputnik.

    O projétil Krasnopol-M2 foi projetado para ser utilizado com sistemas de artilharia de grande calibre como os canhões autopropulsados Koalitsia-SV, Msta-S e Msta-B, detalhou Leonkov.

    "A Krasnopol-M2 pertence à classe de munições que corrigem e ajustam a sua trajetória com base em um raio laser refletido. Para a sua utilização eficaz é necessário um drone ou um kit de reconhecimento, que inclui um telémetro laser, para iluminar o alvo inimigo com um feixe codificado, passando a codificação do alvo à munição.

    Bomba Krasnopol-M2 para sistema de artilharia de 155 milímetros e KM-8 Gran para morteiros de calibre 120 milímetros
    © Foto / Vitaly V. Kuzmin
    Bomba Krasnopol-M2 para sistema de artilharia de 155 milímetros e KM-8 Gran para morteiros de calibre 120 milímetros

    Em 2018, o Ministério da Defesa da Rússia anunciou que esta arma foi usada durante uma operação de eliminação de um grupo de terroristas que havia atacado a base da Força Aeroespacial russa na Síria.

    Como parte da operação, o projétil Krasnopol destruiu um local de manutenção e armazenamento de drones de ataque utilizados por terroristas na província de Idlib.

    Mais:

    Nova versão do bombardeiro chinês H-6K é flagrada durante patrulha conjunta com Rússia (FOTO)
    'Apenas uma asa, sem fuselagem': detalhes do novo bombardeiro furtivo russo são revelados
    VÍDEO mostra bombardeiro russo Tu-160 realizando reabastecimento aéreo a 600 km/h
    Tags:
    Rússia, Exército, munição, projétil, bombas, bomba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar