03:03 15 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6750
    Nos siga no

    Rússia planeja testar um novo míssil hipersônico de última geração já em 2023. O míssil secreto, com o nome de código Gremlin, terá tamanho reduzido que lhe permitirá ser utilizado em aeronaves militares de vários tipos.

    As informações sobre o avançado míssil foram publicadas pelo jornal russo Izvestia, que teve acesso a documentos relativos ao desenvolvimento da potente arma que, por enquanto, não foi oficialmente anunciada pelo Ministério da Defesa do país.

    O míssil guiado hipersônico (GZUR, na sigla em russo) terá dimensões menores em comparação com o míssil Kh-47M2 Kinzhal que entrou em serviço das Forças Armadas da Rússia em 2017.

    Esta característica permitirá sua utilização em diferentes aviões, tanto em bombardeiros pesados e caças-interceptadores MiG-31, como em bombardeiros estratégicos supersônicos Tu-22M e caças Su-57, Su-30SM e Su-35.

    "Na verdade, a Força Aérea da Rússia receberá uma superarma. Pois, segundo consideram os especialistas, é praticamente impossível repelir o ataque deste sistema com os meios de defesa antiaérea modernos", aponta jornal.

    Conforme o cronograma dos trabalhos, o míssil Gremlin deve passar por testes estatais em 2023. De acordo com os documentos, os trabalhos de desenvolvimento da arma começaram em novembro de 2018, após a Defesa russa assinar um contrato com a corporação KTRV, um dos maiores fabricantes de armas do país.

    Caça russo MiG-31 armado com o míssil hipersônico Kinzhal
    © Sputnik / Yevgeny Biyatov
    Caça russo MiG-31 armado com o míssil hipersônico Kinzhal

    No início desta semana foram realizados testes com maquetes de um míssil hipersônico guiado não identificado em um caça Su-57. O tamanho da arma permite que seja colocada no compartimento interno do avião.

    "Tudo indica que no Su-57 foi testada precisamente uma maquete do Gremlin. Na KTRV sabe-se há muito tempo sobre o desenvolvimento [desta arma], mas antes quase não surgiram quaisquer detalhes sobre suas características e propósito", afirmou especialista militar Dmitry Kornev.

    Ele acrescentou que os mísseis hipersônicos são extremamente difíceis de interceptar e derrubar.

    Para já, não se conhecem as características oficiais do novo míssil russo. Segundo o jornal, o Gremlin poderá ter um alcance de até 1.500 quilômetros e atingir velocidades de Mach 6, ou seja, aproximadamente 7.350 km/h.

    Presume-se que o míssil poderá ser utilizado tanto contra alvos em terra como na água.

    Mais:

    Rússia planeja nova compra de mísseis hipersônicos
    EUA planejam equipar neste ano 1ª unidade com capacidade hipersônica, mas sem mísseis até 2023
    Rússia completa testes e revela características do seu sistema de alerta de mísseis
    Tags:
    tecnologia militar, Su-57, Tu-22M3, MiG-31, bombardeiro estratégico, caça russo, míssil hipersônico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar