21:29 25 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    124
    Nos siga no

    A OTAN declarou a Capacidade Operacional Inicial (IOC, na sigla em inglês) do veículo aéreo não tripulado RQ-4D Phoenix do sistema AGS (Vigilância Aérea Terrestre).

    A OTAN comprou e recebeu cinco drones RQ-4D, além das unidades de controle de solo e equipamentos de suporte.

    O equipamento compartilha informação de inteligência, vigilância e reconhecimento com todos os 30 membros da OTAN, e será pilotado remotamente a partir de Sigonella, na Itália.

    "Este é o único com capacidade multifuncional, combinado com uma equipe de especialistas dos aliados que o processam, avaliam e distribuem a inteligência. Fornece à OTAN a tomada de decisões com informações relevantes e precisas", afirmou o major-general Phillip Stewart.

    O AGS permite que a aliança execute missões de vigilância em áreas extensas com aeronaves de longa resistência de alta altitude, operando em qualquer condição de tempo ou luz.

    Além disso, os sensores de radar avançados, presentes no drone, serão capazes de detectar e rastrear objetos em movimento fornecendo imagens de radar áreas de interesse e de objetos estacionários.

    O RQ-4D pode voar por mais de 32 horas a mais de 18 mil metros de altura, portando câmeras infravermelhas e eletro-ópticas e radar de abertura sintética para fotografar grandes áreas.

    Liderada pela Northrop Grumman, a equipe industrial da OTAN é composta pelas empresas dos países-membros da OTAN, incluindo a Leonardo, Airbus e Kongsberg, bem como outras empresas de defesa das nações envolvidas.

    Mais:

    EUA planejam equipar fuzileiros com enxame de drones
    Mídia dos EUA revela possível função do novo drone russo Okhotnik
    Exército dos EUA busca modernizar drones para usá-los em operações contra Rússia e China, diz portal
    Tags:
    veículo aéreo não tripulado, OTAN, Força Aérea, eua, drones, drone
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar