06:56 28 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 191
    Nos siga no

    A empresa russa de armas e veículos a motor Kalashnikov recebeu de clientes as primeiras encomendas de fuzis AK-19 с.

    O diretor executivo da empresa russa Kalashnikov, Dmitry Tarasov, informou que o consórcio russo recebeu os primeiros pedidos de fornecimento de fuzis AK-19 usando cartuchos da OTAN.

    Os fuzis AK-19 serão apresentados no estrangeiro durante a exposição internacional de armas IDEX 2021, que ocorrerá de 21 a 25 fevereiro em Abu Dhabi, EAU.

    "AK-19 usa o cartucho de 5,56x45 milímetros, adotado em serviço na OTAN e amplamente difundido no mundo. Assim, nosso novíssimo fuzil é totalmente orientado para o mercado exterior. Apesentando o AK-19 na maior exposição internacional de armas IDEX, estamos seguros do grande interesse que vai atrair por parte de clientes estrangeiros, já recebemos os primeiros pedidos", disse Tarasov.

    Além disso, vários países do Oriente Médio estão interessados no fuzil AK-19, segundo informou a assessoria de imprensa da empresa. Outros detalhes não são revelados.

    O novo fuzil foi criado na base do fuzil AK-12, que está em serviço do Exército russo desde 2018. AK-19 é equipado com trilho Picatinny, coronha telescópica de concepção original, nova mira dióptrica e silenciador de desconexão rápida.

    O AK-19 é confiável e eficaz em clima úmido e quente, bem como em condições de poeira, e é de manutenção simples, conforme a empresa fabricante do fuzil.

    Mais:

    Implantação de caças russos MiG-31BM no Ártico suscita 'preocupação' de mídia dos EUA
    Portador da arma do Juízo Final: Rússia está terminando construção do maior submarino do mundo
    Embaixador sírio na ONU acusa Ocidente de usar OPAQ como 'arma na guerra imposta à Síria'
    Com motores superaquecendo, caças F-35 dos EUA têm voos de apresentação reduzidos, diz mídia
    Tags:
    arma, Rússia, OTAN, fuzis, fuzil, Kalashnikov
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar