20:19 14 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5240
    Nos siga no

    A embaixada da Rússia nos EUA instou Washington a parar as ações no mar Negro, após o exercício militar envolvendo dois destróieres de mísseis da Marinha norte-americana, duas fragatas e caças da Marinha turca.

    "Instamos os militares [norte-americanos] a deixarem de brandir as armas de forma irresponsável e se ocuparem de seus assuntos nas águas territoriais dos EUA", diz o comunicado da embaixada.

    A embaixada russa também adiciona que "a paz e a segurança do mar Negro não precisam de interferência estrangeira".

    "Parece que a 6ª Frota dos EUA mal pode esperar para encontrar um inimigo no mar Negro; ela busca desesperadamente um pretexto, agora abertamente sob a bandeira de um exercício militar, para aumentar sua presença na região", diz um tweet da embaixada russa.

    A embaixada reagiu desta maneira às manobras militares conjuntas americano-turcas no mar Negro envolvendo os destróieres USS Donald Cook e USS Porter, um avião norte-americano de patrulha marítima P-8A, para além de duas fragatas e dois caças F-16 da Turquia.

    ​Instamos os militares [norte-americanos] a deixarem de brandir as armas de forma irresponsável e se ocuparem de seus assuntos nas águas territoriais dos EUA. A paz e a segurança do mar Negro não precisam de interferência estrangeira. Parece que a Sexta Frota dos EUA mal pode esperar para encontrar um inimigo no mar Negro; Ela busca desesperadamente um pretexto, agora abertamente sob a bandeira de um exercício militar, para aumentar sua presença na região.

    O exercício conjunto dos aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) incluiu manobras táticas de superfície, aéreas e submarinas, visando melhorar a competência tática conjunta de comando e controle, segundo um comunicado publicado pela 6ª Frota dos EUA.

    Mais:

    Marinha dos EUA luta para desenvolver navios não tripulados
    EUA reforçarão Marinha indiana com vendas de armas em meio à tensão com China
    EUA têm década decisiva para reforçar Marinha do país
    Tags:
    Rússia, Turquia, exercícios conjuntos, exercícios navais, exercícios, Mar Negro, Marinha dos EUA, Marinha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar