20:55 20 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    399
    Nos siga no

    No dia, 22 de janeiro, o navio de patrulha oceânico Amazonas (P 120), da Marinha brasileira, e o USCGC Stone (WMSL 758), da Guarda Costeira dos EUA, conduziram um exercício de passagem no Rio de Janeiro (RJ).

    O exercício de passagem (PASSEX) deveria ter ocorrido anteriormente, contudo, devido a problemas de logística, a embarcação norte-americana solicitou que a data dos exercícios fosse postergada para o dia 22 de janeiro.

    Por sua vez, antes do PASSEX, o navio brasileiro NPaOc Apa (P 121), o qual deveria ter participado do exercício, atracou no porto de Santos na segunda-feira (18) para receber a bordo um cilindro de 54 toneladas, capaz de receber 90.000 metros cúbicos de oxigênio líquido, e transportá-lo a Belém, devido à crise de COVID-19 no Amazonas.

    Devido a estes fatos, e com a chegada do USCGC Stone ao RJ apenas no dia 20 de janeiro, o exercício foi realizado com o P 120, conforme o portal Defesa Aérea & Naval.

    Ao suspender na Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ), a embarcação prosseguiu ao ponto de encontro com a aeronave IH-6B que seria utilizada.

    As embarcações desta PASSEX tinham como finalidade realizar manobras táticas com o objetivo de combater a pesca ilegal, não regulada e não declarada, bem como o tráfego de ilícitos.

    Mais:

    Patrulha das Marinhas do Brasil e da França notifica 4 embarcações no norte brasileiro (FOTO)
    Expedição da Marinha russa presta homenagem aos brasileiros mortos na 2ª Guerra Mundial (FOTOS)
    Espionagem: Marinha brasileira usou criptografia de empresa controlada pela CIA, diz jornal
    Tags:
    exercícios navais, exercícios, Marinha dos EUA, Rio de Janeiro, Brasil, Marinha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar