18:49 28 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1350
    Nos siga no

    As Forças Armadas da Rússia receberam o sistema de reconhecimento de artilharia Penitsillin (Penicilina), capaz de localizar sinais acústicos e térmicos de disparos e explosões.

    O novo sistema de reconhecimento de artilharia Penitsillin foi entregue ao Exército russo em dezembro de 2020, segundo informou à Sputnik o diretor-geral do consórcio Vega, que faz parte da corporação estatal russa Rostec, Vyacheslav Mikheev.

    "Em dezembro de 2020, segundo o contrato assinado, entregamos ao cliente o primeiro lote", afirmou Mikheev.

    O sistema Penitsillin permitirá realizar ataques retaliatórios contra artilharia do inimigo imediatamente, permanecendo indetectável, comentou à Sputnik o especialista militar russo e editor-chefe da revista Arsenal Otechestva Viktor Murakhovsky.

    Este sistema de reconhecimento combina, pela primeira vez em sistemas deste tipo, em um sistema único os métodos de localização acústica e térmica, o que "permite localizar com alta precisão as posições dos meios de fogo do inimigo a grandes distâncias e em pouco tempo".

    "A integração do sistema de reconhecimento de artilharia 1B75 Penitsillin em um espaço único de reconhecimento e informação permite usar os dados obtidos em circuitos de reconhecimento e ataque e de reconhecimento e fogo para atingir imediatamente os alvos", disse especialista militar.

    A entrega do novo sistema para o Exército russo é muito atual devido ao desenvolvimento contínuo pelos inimigos potenciais de meios de reconhecimento eletrônico e supressão, acrescentou especialista.

    "Os meios de reconhecimento acústico e térmico, tais como Penitsillin, nessas condições permanecem indetectáveis para o inimigo", explicou Murakhovsky.
    Sistema termoacústico de reconhecimento de artilharia Penitsillin (Penicilina)
    Sistema termoacústico de reconhecimento de artilharia Penitsillin (Penicilina)

    O sistema Penitsillin se destina ao reconhecimento de posições de bocas de fogo e lançadores de foguetes e também de mísseis antiaéreos e táticos. O sistema registra sinais acústicos e térmicos de disparos e explosões e fornece as coordenadas precisas de localização do armamento do inimigo que depois são marcados em mapa eletrônico.

    O sistema opera eficazmente de dia e de noite em temperaturas de -40 °C a +50 °C. O tempo de obtenção das coordenadas de um alvo individual, que realiza disparos, não ultrapassa cinco segundos, de acordo com consórcio Vega.

    Mais:

    Ministério da Defesa da Rússia revela novos dados do sistema de mísseis hipersônicos Avangard
    Trump limita compra e uso de drones dos 'adversários estrangeiros', inclusive China e Rússia
    Marinha dos EUA testa caçador de submarinos com drone ao largo da Califórnia
    EUA iniciam produção de hardware para sistema integrado de defesa antimísseis a implantar na Polônia
    Tags:
    Rostec, Forças Armadas, explosão, disparos, artilharia, Defesa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar