05:22 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1490
    Nos siga no

    Tripulações de caças interceptadores MiG-31BM iniciaram o serviço de proteção da fronteira aérea no arquipélago Novaya Zemlya, localizado no Extremo Norte da Rússia.

    A defesa do arquipélago estará a cargo de caças MiG-31BM, pertencentes ao regimento aéreo misto da Frota do Norte. A cerimônia solene foi realizada no aeródromo de Rogachevo.

    As novas aeronaves permitirão expandir substancialmente o alcance da aviação de combate da Frota do Norte no Ártico e ampliar significativamente a zona do espaço aéreo controlado sobre as águas da Rota Marítima do Norte, aponta portal Zvezda.

    Em 2020 os caças MiG-31BM já realizaram uma série de missões de treinamento a partir do aeródromo de Rogachevo.

     Caça russo MiG-31 durante teste do míssil Kinzhal
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Caça russo MiG-31 durante teste do míssil Kinzhal

    Anteriormente, o vice-almirante Aleksandr Moiseev, comandante da Frota do Norte, informou que o regimento de mísseis de defesa aérea implantado no referido arquipélago recebeu os sistemas de defesa antiaérea S-400, que já entraram em serviço de combate.

    Na semana passada, Kenneth Braithwaite, secretário da Marinha dos EUA, revelou que os norte-americanos vão começar a conduzir patrulhamentos regulares ao largo da costa russa do Ártico para evitar o "avanço de Moscou no Extremo Norte".

    Os aviões MiG-31BM são a versão modernizada do caça interceptador supersônico de longo alcance MiG-31, desenvolvido para detectar e destruir alvos aéreos em altitudes extremamente baixas, baixas e elevadas, tanto de dia como de noite e em quaisquer condições meteorológicas.

    Mais:

    EUA autorizam novos quebra-gelos para 'fortalecer sua capacidade e presença no Ártico'
    Marinha dos EUA iniciará patrulhamento no Ártico perto da fronteira da Rússia
    Pentágono quer testar míssil que teria matado general Soleimani em ambiente do Ártico, diz relatório
    Tags:
    aviões de combate, MiG-31, Extremo Norte, oceano Ártico, arquipélago, fronteiras russas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar