13:01 21 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    223
    Nos siga no

    O ministro da Defesa do Reino Unido anunciou novo contrato de US$ 747 milhões (cerca de R$ 3 bilhões) para mísseis de ataque de superfície que "fornecerá letalidade incomparável" para os caças F-35B Lightning do país.

    Os mísseis SPEAR3 serão fabricados pela empresa europeia MBDA que pertence à empresa de defesa britânica BAE Systems e as empresas aeroespaciais Airbus e Leonardo, garantido "centenas de empregos no Reino Unido".

    Além disso, os novos mísseis fornecerão uma "letalidade incomparável" para os caças F-35B Lightning do país, de acordo com o governo britânico.

    "O desenvolvimento deste míssil de próxima geração nos permitirá proteger nosso pessoal e ativos em terra a milhares de metros no céu", disse o ministro da Defesa do Reino Unido, Jeremy Quin.

    O míssil SPEAR3 tem alcance de mais de 140 quilômetros e pode viajar em velocidade subsônica, o que significa que o exército britânico poderia destruir sistemas de defesa aérea a longa distância.

    A capacidade do míssil SPEAR3 de atacar alvos em movimento aumentará a capacidade aérea de combate do país.

    Os caças F-35B, estão programados para zarpar a bordo do HMS Queen Elizabeth quando o navio fizer sua primeira viagem em 2021, e já serão equipados com os novos recursos.
    O maior navio da Marinha do Reino Unido, o porta-aviões HMS Queen Elizabeth (foto de arquivo)
    © AP Photo / Russell Cheyne
    O maior navio da Marinha do Reino Unido, o porta-aviões HMS Queen Elizabeth (foto de arquivo)

    Embora o contrato tenha um alto custo, o governo afirmou no comunicado de imprensa que o acordo sobre caças F-35B faz parte de um portfólio de armas mais amplo de armas complexas com a empresa MBDA, e que mesmo com o elevado valor vai gerar economia para o país no setor da Defesa.

    Mais:

    Novo porta-aviões britânico HMS Prince of Wales sofre 2ª inundação
    Mais poderosa do que nunca? Armamentos que Rússia usará nos próximos anos
    Marinha dos EUA realiza exercícios navais conjuntos com Reino Unido no Ártico (FOTOS)
    Marinha do Reino Unido reporta 'presença russa significativa' perto das águas britânicas
    Tags:
    míssil, Forças Armadas, porta-aviões, caça, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar