15:58 15 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    267
    Nos siga no

    Os Emirados Árabes Unidos requisitaram dois aviões espiões GlobalEye em um negócio de cerca de US$ 1 bilhão (aproximadamente R$ 5,3 bilhões), anunciou a gigante aeroespacial sueca SAAB na segunda-feira (4).

    Com sede em Estocolmo, e construída pela SAAB, a GlobalEye é uma plataforma aerotransportada de alerta antecipado e controle (AEW & C, na sigla em inglês), que consiste em um conjunto de sensores que usam o radar Erieye ER (alcance estendido) e sistema de missão. O jato VIP Global da série 6000 é uma plataforma popular para recolha de informações e alerta antecipado.

    Segundo a SAAB, o negócio pode já ser registrado no balanço de 2020, uma vez que o contrato foi assinado em 30 de dezembro do ano passado, conta The Eurasian Times.

    O CEO da SAAB, Micael Johansson, disse em um comunicado que a gigante aeroespacial sueca se orgulhava "que os Emirados Árabes Unidos continuem a mostrar grande confiança na SAAB e em nossas soluções [...] Isso mostra que a SAAB permanece na vanguarda da tecnologia avançada. O programa GlobalEye está sendo executado de acordo com o plano e temos uma cooperação eficiente com o cliente".

    A GlobalEye, com sua combinação de sensores ativos e passivos modernos, fornece detecção de longo alcance e identificação de objetos no ar, no mar e na terra.

    Mais:

    Ministro da Defesa de Israel quer comprar mais 1 esquadrão de caças F-35 antes da saída de Trump
    Enriquecimento de urânio: ONU apela ao Irã por manutenção de acordo nuclear
    O que a presidência de Joe Biden, nos EUA, representa para os interesses do Brasil?
    Tags:
    Segurança, negócios, aeronaves, Suécia, Emirados Árabes Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar