08:45 16 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    187
    Nos siga no

    A Marinha dos EUA divulgou um vídeo de um caça F-35B do Corpo de Fuzileiros Navais conduzindo operações a partir do navio de assalto anfíbio USS Makin Island, na costa da Somália.

    As cenas do vídeo, divulgado no dia 23 de dezembro, mostram o caça norte-americano conduzindo treinamento de fogo real, incluindo disparos de canhão.

    O navio e os caças embarcados, que integram a 15ª Unidade Expedicionária da Marinha, entre outros elementos militares dos EUA na região, estão no oceano Índico ao largo da costa da Somália para apoiar a retirada das tropas americanas daquele país, segundo o portal The Drive. 

    Além dos caças F-35, os EUA contam com a presença de aviões MV-22 Osprey, helicópteros CH-53E Super Stallion, helicópteros de ataque AH-1Z Viper, helicópteros leves UH-1Y Venom, helicópteros MH-60 Seahawk e drones RQ-21 Blackjack.

    O vídeo também mostra um dos caças decolando do USS Makin Island, bem como um F-35B, equipado com canhão GPU-9/A, disparando contra o oceano próximo da embarcação.

    O GPU-9/A é o único canhão disponível para os F-35B e também para o modelo F-35C da Marinha dos EUA, projetado para operar em porta-aviões dotados do sistema CATOBAR (dispositivo de catapulta utilizado para decolagem de aeronaves a partir do convés de porta-aviões).

    Esta é a primeira vez que uma embarcação da Marinha dos EUA transportando caças F-35B navega ao largo da Somália, apoiando as forças norte-americanas e aliadas no país.

    Mais:

    Alemanha rejeita caças norte-americanos F-35
    Departamento de Estado dos EUA aprova venda de 50 caças F-35 e 18 drones MQ-9B para Emirados Árabes
    O que torna caça russo Su-35 superior ao americano F-22? Mídia norte-americana explica
    Tags:
    Somália, EUA, F-35, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar