00:45 16 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    131122
    Nos siga no

    Moscou tem repetidamente detectado navios de guerra da OTAN, incluindo navios armados com mísseis de cruzeiro, muito perto das águas territoriais da Rússia, o que só piora as relações já tensas com a Aliança Atlântica.

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, instruiu o Ministério da Defesa a responder imediatamente a uma implantação de mísseis por nações ocidentais perto das fronteiras russas se necessário.

    Durante a última reunião deste ano do Ministério da Defesa da Rússia, Putin notou o caráter "incessante" das atividades militares da OTAN, lamentando, em especial, a saída dos EUA de tratados internacionais, o que degradou sistemas globais de controle de armamentos.

    "Nós não pretendemos produzir e instalar mísseis de médio e curto alcance na parte europeia da Rússia, bem como em outras regiões do país. Mas devemos estar preparados para responder prontamente à implantação de meios semelhantes por países ocidentais perto das nossas fronteiras. Em caso de necessidade obrigatória, realize todas as atividades retaliatórias o mais rápido possível", ordenou o presidente russo ao Ministério da Defesa.

    "Eu não tenho dúvidas de que o faremos tanto no que se refere aos locais de implantação dos respectivos sistemas, que vão nos ameaçar, como os seus postos de comando", ressaltou.

    Putin acrescentou que a Rússia continuará desenvolvendo rapidamente suas Forças Armadas e mantendo elevada prontidão de combate das suas forças nucleares para garantir a segurança e a paridade estratégica na arena global.

    Além disso, o presidente salientou que a Rússia nunca ficará para trás em relação a outras nações que gastam quantias exorbitantes de dinheiro em armas.

    Mais:

    'Rússia é desafio à segurança': general americano avalia 'ameaças' russas e chinesas para EUA
    Rússia conduz testes de novo sistema de rastreamento e monitoramento de navios no mar Negro
    EUA podem impor sanções contra Índia assim que país receber S-400 da Rússia, diz ex-conselheiro
    Tags:
    Vladimir Putin, Estados Unidos, fronteiras russas, OTAN, mísseis de cruzeiro, implantação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar