12:29 18 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1311
    Nos siga no

    As forças russas de dissuasão nuclear foram atualizadas com novos equipamentos, além de prorrogarem a vida útil destas plataformas aéreas portadoras de mísseis nucleares.

    Nesta segunda-feira (21), o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, informou que a Força Aeroespacial do país recebeu em 2020 cinco bombardeiros estratégicos modernizados Tu-95MS.

    O Ministério da Defesa russo assinalou que as aeronaves modernizadas contarão com maior precisão de navegação, maior prazo de exploração e características aperfeiçoadas de decolagem e pouso do bombardeiro.

    O Tupolev Tu-95, denominado Bear (Urso) na designação da OTAN, é um bombardeiro estratégico de longo alcance portador de mísseis, soviético e russo, movido a turboélice.

    Bombardeiro estratégico russo Tu-95
    © Sputnik / Sergei Pivovarov
    Bombardeiro estratégico russo Tu-95

    Sua versão Tu-95MS, equipada com mísseis de cruzeiro convencionais ou nucleares, é um dos principais alicerces da força de bombardeiros estratégicos da Rússia, que planeja mantê-los operacionais até pelo menos 2040.

    O presidente russo, por sua vez, declarou que em meados de dezembro de 2020 a quantidade de modernos equipamentos militares avançados nas forças russas soma mais de 70%, enquanto nas forças nucleares eles já são 86%.

    Além da Força Aeroespacial russa, a frota da Marinha recebeu neste ano 29 submarinos, navios de superfície e lanchas.

    Mais:

    Rússia intercepta 2 bombardeiros dos EUA se aproximando de suas fronteiras
    Bombardeiros supersônicos russos Tu-160 quebram recorde mundial de voo sem escala
    Bombardeiros russos Tu-22M3 são escoltados por caças estrangeiros no mar Negro (VÍDEO)
    Tags:
    Rússia, bombardeiro estratégico, bombardeiros, Bombardeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar