15:57 05 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    236
    Nos siga no

    A maior empresa de defesa sul-coreana, Hanwha, e o Exército dos EUA, assinaram um acordo para juntos pesquisarem e desenvolverem sistemas de defesa e tecnologias.

    A Hanwha fechou acordo com o Comando de Desenvolvimento de Capacidades de Combate (DEVCOM, na sigla em inglês), segundo declaração da empresa sul-coreana, citada pelo site Defense News.

    A empresa, é a primeira companhia coreana a firmar um contrato de pesquisa e desenvolvimento cooperativo com o Exército norte-americano.

    "É uma oportunidade histórica e emocionante", afirmou o tenente-general norte-americano, Bernard Champoux, chefe das operações de defesa conjunta entre a Hanwha e os EUA. "Isso não apenas reconhece a qualidade do setor de defesa em crescimento da República da Coreia, mas também reforça ainda mais as relações bilatérias entre os EUA, a Coreia do Sul e a Aliança [Atlântica]."

    A delegação sênior do DEVCOM visitou o país sul-coreano em novembro de 2019 para discutir a possível colaboração entre os países.

    O acordo permitirá à empresa e ao Exército dos EUA a realização de um intercâmbio de recursos, assim como a troca de conhecimentos técnicos e propriedade intelectual.

    Os esforços conjuntos podem incluir simulação extensiva, modelação e prototipação durante o processo de desenho, desenvolvimento e uma ampla gama de soluções de defesa, como sistemas de armamento de fogo, munição, interfaces de sistemas de armamento, veículos, sistemas de proteção, propulsão e robótica.

    "Para Hanwha, este acordo é mais um passo na demonstração de seu compromisso com as partes interessadas de defesa dos EUA e a economia dos EUA, facilitando a transferência de tecnologias que podem ser incorporadas na base industrial americana", afirma a empresa.

    Mais:

    EUA devolvem controle de 13 instalações militares à Coreia do Sul
    Coreia do Norte tem material suficiente para produzir '45 armas nucleares', afirma perito
    Coreia do Norte perdeu oportunidades de melhorar relações com EUA, diz subsecretário norte-americano
    Avião espião dos EUA é visto no espaço aéreo chinês em meio a tensões entre Washington e Pequim
    Tags:
    Coreia do Sul, EUA, Defesa, acordos, colaboração, projeto
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar