06:08 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 33
    Nos siga no

    Tóquio prorrogou por um ano a operação, composta por um destróier e um avião das Forças de Autodefesa do Japão, que patrulham o golfo de Omã.

    A missão foi estendida até 26 de dezembro de 2021.

    O governo japonês declarou nesta sexta-feira (11) que "a situação no Oriente Médio continua tensa" e que, portanto, a missão é necessária para garantir a navegação segura de embarcações japonesas.

    A força de patrulha, que opera desde janeiro deste ano, inclui o golfo de Omã, parte do mar Arábico e o estreito de Bab el Mandeb.

    Na operação estão envolvidos 260 militares japoneses, que têm permissão de usar armas em caso de emergência somente para proteger navios do Japão.

    Navios japoneses
    © AFP 2021 / KAZUHIRO NOGI / AFP
    Navios japoneses

    A região patrulhada não inclui o estreito de Ormuz e o golfo Pérsico. O Japão não abrangeu estas áreas para não afetar suas tradicionais relações com o Irã.

    Mais:

    Caça da Marinha dos EUA perde tampa de reabastecimento durante treinamento no Japão
    Teerã pretende realizar novamente exercícios navais conjuntos com Rússia e China no golfo de Omã
    EUA enviam navios ao golfo Pérsico, excluindo conexão com assassinato de cientista no Irã, diz mídia
    Tags:
    patrulha, Golfo de Omã, segurança, embarcação, Marinha, Japão, Defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar