00:33 17 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    114
    Nos siga no

    Os sistemas de curto alcance são integrados por canhões automáticos de alta cadência de fogo, utilizados para derrubar mísseis de velocidades subsônicas e supersônicas.

    O Departamento de Defesa dos EUA aprovou a venda da última versão do sistema antimísseis Phalanx CIWS à Marinha sul-coreana, que utilizará o equipamento no primeiro de uma segunda série de três destróieres do projeto KDX III, segundo comunicado de Washington.

    O armamento é composto por dois conjuntos de canhões automáticos de 20 milímetros com seis peças cada um. Com uma enorme cadência de fogo, são especialmente eficazes para abater mísseis antinavio que voem a velocidades subsônicas ou até duas vezes a velocidade do som.

    A venda envolve um contrato de US$ 39 milhões (R$ 200 milhões), incluindo munições, peças de reposição, equipamento de apoio, manuais de especificações técnicas, software, capacitação, assistência técnica e de engenharia, e outros elementos de apoio logístico.

    Sistema de armas Phalanx CIWS
    © AFP 2020 / Jim Watson
    Sistema de armas Phalanx CIWS

    Com 8.500 toneladas de deslocamento e 11.000 toneladas com carga completa, os destróieres de mísseis guiados Sejong Daewang (KDX-III) são os maiores da Marinha sul-coreana.

    A Agência de Cooperação em Defesa e Segurança (DSCA, na sigla em inglês) dos EUA anunciou no dia 1 de dezembro que a potencial venda visa reforçar a capacidade da Coreia do Sul de "fazer frente às ameaças atuais e futuras".

    Mais:

    Avião de combate A-10 Thunderbolt dos EUA perde munição durante treinamento na Coreia do Sul
    Coreia do Sul e EUA monitoram atividades nucleares norte-coreanas (FOTOS)
    Coreia do Sul inicia desenvolvimento de tecnologias para 1º porta-aviões leve do país
    Tags:
    sistema de defesa, míssil, EUA, eua, Coreia do Sul, Marinha, Marinha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar