00:11 19 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 170
    Nos siga no

    O Instituto Central de Investigação em Engenharia de Máquinas de Precisão da Rússia concluiu com sucesso os testes de aceitação do morteiro autopropulsado anfíbio 2S42 Lotos, de 120 mm.

    Durante os testes, o veículo de combate, com capacidade de ser aerotransportado, confirmou suas características táticas e técnicas.

    "O equipamento anfíbio aerotransportado Lotos demonstrou suas capacidades durante os testes de aceitação. O equipamento cumpre plenamente os requisitos de peso e envergadura, possuindo ao mesmo tempo uma velocidade, alcance e cadência de tiro impressionantes. Esperamos que a próxima etapa, os testes de operação preliminar, comece neste ano", afirmou o diretor industrial da Rostec (corporação estatal russa para o desenvolvimento, produção e exportação de produtos de alta tecnologia), Bekkhan Ozdoev.

    O 2S42 Lotos percorreu 400 quilômetros e executou 14 disparos durante o programa de testes, que incluía 57 pontos para avaliação de suas capacidades de desempenho, mecânicas e de armamento.

    O morteiro utiliza munições desenvolvidas especialmente para este sistema de artilharia, sendo também compatível com qualquer tipo de projéteis para morteiros de 120 mm. Seu alcance de tiro pode atingir 13 quilômetros.

    Ele é operado por uma tripulação de quatro homens que inclui o comandante, o piloto/mecânico, o artilheiro e o carregador.

    Além disso, ele possui uma massa inferior a 18 toneladas, podendo alcançar uma velocidade máxima de 70 quilômetros por hora, contando com um motor de 450 cavalos de potência. Sua autonomia é de aproximadamente 500 quilômetros.

    Mais:

    'Formidáveis e mais resistentes': reveladas capacidades dos modernizados tanques russos T-80BVM
    'Submarino com esteiras': tanque T-72 atravessa rio durante exercícios na Rússia (VÍDEO)
    Novo canhão da OTAN conseguiria perfurar tanque russo mais avançado?
    Tags:
    Rússia, blindados, blindado, morteiros, canhão, equipamento militar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar