11:51 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 262
    Nos siga no

    Os mísseis de cruzeiro ar-terra, apresentados por Taiwan, que deveriam ser capazes de atingir instalações militares na costa da China continental, não conseguem alcançar os alvos pretendidos, afirmam especialistas militares chineses.

    Na quarta-feira (11), um caça de defesa nativa (IDF, na sigla em inglês) vinculado à 1ª Ala de Caças da Força Aérea de Taiwan conduziu um lançamento de teste do míssil de cruzeiro Wan Chien, desenvolvido por um instituto de pesquisa da ilha, relata mídia local Liberty Times.

    Segundo o jornal taiwanês, os testes concluíram que agora a 1ª e 3ª Alas de Caças da Força Aérea da ilha são capazes de atingir aeroportos, bases e zonas de destacamento de tropas na costa sudeste da China continental.

    O míssil Wan Chien, que está sendo produzido em massa, consegue carregar centenas de submunições e atingir alvos a 200 km de distância, acrescenta notícia.

    Mísseis de cruzeiro Wan Chien desenvolvidos por Taiwan e mísseis antinavio AGM-84 Harpoon dos EUA em frente a caça F-CK-1C/D na Base Aérea Makung
    Mísseis de cruzeiro Wan Chien desenvolvidos por Taiwan e mísseis antinavio AGM-84 Harpoon dos EUA em frente a caça F-CK-1C/D na Base Aérea Makung

    Wei Dongxu, especialista militar de Pequim, afirmou no domingo (15) em entrevista ao portal Global Times que o Wan Chien, que tem parcialmente design dos EUA, poderia ser usado como uma arma trunfo de longo alcance no combate a ataques de desembarque anfíbio e no ataque ativo a instalações militares do adversário.

    Apesar das potenciais ameaças, o míssil pode ser facilmente interceptado, não sendo a capacidade de combate dos caças IDF excepcional, já que os mísseis podem ser interceptados por meios de defesa antiaérea e outras armas, uma vez que este tipo de míssil planeia no ar a velocidades baixas e pode ser facilmente captado e bloqueado por radares, explicou Dongxu.

    Segundo observadores militares da China, o míssil é essencialmente um distribuidor de munições aerotransportadas, um tipo de arma que a China continental também possui com aplicação das melhores tecnologias.

    Mais:

    Pequim promete sancionar entidades dos EUA que participarem da venda de armas a Taiwan
    China apela para EUA pararem de estreitar laços com Taiwan: daremos 'resposta adequada'
    China avisa que vai agir depois de Pompeo ter dito que Taiwan não faz parte da China
    Tags:
    tensão militar, sistema de defesa antiaérea, Exército Popular de Libertação (EPL), China, Taiwan, míssil de cruzeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar