08:47 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3211
    Nos siga no

    Nigéria recebeu quatro drones de combate chineses Wing Loong II que vão participar de operações contrainsurgência e antibanditismo na região nordeste do país.

    As informações surgem um mês depois de o Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica da Nigéria, Sadique Abubakar, revelar que o país concluiu a compra de oito veículos aéreos não tripulados da China. Prevê-se que os restantes quatro aparelhos cheguem antes do final do ano.

    Os drones Wing Loong II são projetados e fabricados pelo Instituto de Design de Aeronaves de Chengdu, e foram essencialmente desenvolvidos para a Força Aérea do Exército de Libertação Popular (EPL) da China para missões de vigilância e reconhecimento.

    Os drones chineses podem ser equipados com uma vasta gama de armas, incluindo bombas guiadas por laser e mísseis antitanque ar-superfície AKD-10, foguete guiado BRMI-90 de 90 mm, entre outros, escreve portal The Defense Post. 

    ​A Nigéria se juntou à China e aos Emirados Árabes Unidos como os únicos países que operam veículos não tripulados de combate aéreo Wing Loong II. Dois drones Wing Loong II da Forças Aérea da Nigéria, que podem permanecer no ar por 31 horas em modo de Rotinas de Interrupção de Serviço (ISR, na sigla em inglês) e 26 horas em modo ofensivo, vão adicionar valor significativo às operações de antibanditismo.

    Atualmente as Forças Armadas da Nigéria realizam a operação Hadarin Daji contra bandidos armados no estado de Zamfara, rico em minerais e que tem atraído a atenção de grupos de mineração ilegal e insurgentes armados.

    Mais:

    Novo drone multifuncional do Exército russo: o melhor em campo sob condições de forte interferência
    EUA aprovam venda de 4 drones MQ-9 Reaper a Taiwan por US$ 600 milhões
    EUA apostam em novo drone 'caçador de submarinos' para conter Rússia e China, diz mídia
    Tags:
    grupos armados, África, China, Exército Popular de Libertação (EPL), Nigéria, veículo aéreo não tripulado, drone
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar