03:07 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5711
    Nos siga no

    Rússia possui todas capacidades para abater caças de 5ª geração norte-americanos, acreditam especialistas da agência chinesa Sina.

    Segundo a opinião deles, o caça F-35 possui alta furtividade e grande capacidade de se aproximar do alvo. No entanto, a Rússia desenvolveu um "arqui-inimigo" para esta aeronave, o radar Nebo-U (Céu-U em russo) de ondas métricas.

    Especialistas notaram que este radar tem possibilidade de detectar alvos em voo a 75.000 metros de altitude e à distância de 600 quilômetros. Depois da detecção, o caça pode ser seguido e interceptado por um sistema de mísseis S-400 ou um sistema Pantsir-S1.

    "Em geral, a Rússia agora possui os radares mais modernos e múltiplos mísseis operacionais. Sua rede de defesa antiaérea pode ser caracterizada como muito apertada", concluíram os autores do artigo.

    Radar russo Nebo-M
    © Foto / Vitaly V. Kuzmin
    Radar russo Nebo-M

    O radar Nebo-U se destina a detecção, medição de coordenadas e acompanhamento de alvos aéreos de diferentes categorias, desde aviões até mísseis guiados e de cruzeiro, incluindo hipersônicos de pequena dimensão, balísticos e furtivos, à distância de 600 quilômetros. O radar também determina a pertença nacional dos alvos aéreos e a direção dos emissores de interferências ativas. Entretanto, o funcionamento do radar pode ser executado em regime automático e incluído em um sistema de comando e controle de agrupamentos militares.

    Mais:

    Surgem novas FOTOS dos danos causados por colisão entre F-35 e KC-130J da Marinha dos EUA
    Democratas lançam projeto de lei para barrar venda de F-35 dos EUA a países do Oriente Médio
    Departamento de Estado dos EUA aprova venda de 50 caças F-35 e 18 drones MQ-9B para Emirados Árabes
    Tags:
    F-35, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar