04:50 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3419
    Nos siga no

    Devido às crescentes capacidades dos submarinos russos e chineses e à sobrecarga da Marinha e da Força Aérea dos EUA, o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA pretende adquirir drones "caçadores de submarinos".

    "À medida que as capacidades de guerra submarina da China e Rússia continuam melhorando, cresce a importância da logística e de outras operações de apoio para as forças antissubmarino dos EUA", afirmou ao portal The Drive o general David Berger, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais.

    Segundo ele, a integração do Corpo nas operações de guerra antissubmarino poderia aumentar a vantagem dos EUA.

    O comandante observou que alguns aviões não tripulados poderiam lançar na água equipamentos para captar o barulho de submarinos e outros sensores.

    Militares norte-americanos preparam um drone MQ-9 Reaper para exercícios de voo
    Militares norte-americanos preparam um drone MQ-9 Reaper para exercícios de voo

    No entanto, estas poderiam ser missões complicadas para os atuais drones Blackjack RQ-21 do Corpo de Fuzileiros Navais. Portanto, o serviço está trabalhando para adquirir aeronaves não tripuladas mais potentes e de maior alcance.

    Por sua vez, Berger afirmou que os fuzileiros navais poderiam ajudar a manter os submarinos russos fora do Atlântico Norte, depois que o jornal britânico Daily Mail informou haver uma "assombrosa" quantidade de submarinos russos no Atlântico.

    Mais:

    Marinha dos EUA tem dificuldade em manter sua frota envelhecida 'em condições adequadas', diz portal
    Aviões da Marinha dos EUA colidem durante reabastecimento (FOTOS, VÍDEO)
    Marinha dos EUA tenta se preparar para uma Rússia mais fortalecida no Atlântico
    Tags:
    Marinha dos EUA, Marinha, veículo aéreo não tripulado, eua, drone
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar