01:31 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 66
    Nos siga no

    O porta-aviões John F. Kennedy, o segundo da classe Ford, será entregue à Marinha completamente equipado com avançados sistemas eletrônicos e capacidade de suportar caças F-35C.

    A anterior abordagem de duas fases de construção da embarcação tinha sido planejada para acomodar o cronograma relativo à introdução de um conjunto de radares de vigilância aérea, que vai substituir o radar de banda dupla no navio líder da classe Ford, segundo comunicado da Marinha dos EUA, citado pela Defense News.

    "A mudança para uma única fase e a incorporação das modificações dos F-35C permitirão a entrega de um porta-aviões mais capaz e letal", disse o secretário assistente para pesquisa, desenvolvimento e aquisições da Marinha norte-americana, James Geurts.

    De acordo com o Huntington Ingalls Newport News, o navio está 76% pronto e deve ser entregue em 2024. A embarcação vai poder lançar aeronaves F-35C, conforme a Lei de Autorização da Defesa Nacional de 2020.

    Porta-aviões John F. Kennedy CVN 79
    Porta-aviões John F. Kennedy CVN 79

    James Geurts afirmou que o cronograma de entrega tem em conta as lições aprendidas na construção do porta-aviões Gerald R. Ford, que sofreu diversos atrasos e contratempos com a instalação posterior de 23 novas tecnologias.

    "Ao começar este trabalho vamos nos basear nas lições aprendidas com o USS Gerald R. Ford para manter um cronograma otimizado de construção no estaleiro e evitar ineficiências", disse Geurts.

    A modificação do contrato vai custar US$ 315 milhões (R$ 1,81 bilhão), segundo o anúncio da Marinha. O programa de desenvolvimento da embarcação usará avançados sistemas de modelação 3D, agilizando sua produção.

    Contudo, o estaleiro ainda enfrenta dificuldades, com um uma equipe relativamente nova de oito mil novos funcionários contratados nos últimos anos, ainda que muitos deles tenham se adaptado mais rapidamente aos meios digitais de construção.

    Mais:

    Porta-aviões chinês Shandong conclui testes e estará pronto para combate já neste ano
    Coreia do Sul inicia desenvolvimento de tecnologias para 1º porta-aviões leve do país
    'Ameaça inacreditável': secretário da Marinha dos EUA diz que China ameaça modo de vida americano
    Tags:
    embarcação, navio, EUA, Marinha, porta-aviões, defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar