04:03 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5702
    Nos siga no

    O acadêmico Yuri Solomonov, desenvolvedor dos mísseis estratégicos russos Topol, Bulava e Yars, afirmou que o potencial nuclear da Rússia é "garantidamente mais do que suficiente".

    "As forças nucleares estratégicas devem resolver a tarefa de garantir a segurança nacional. Atualmente, este potencial é garantidamente mais do que suficiente", afirmou em entrevista à revista Natsionalnaya Oborona (Defesa Nacional).

    Além disso, ele observou que armas são armas, e que é impossível parar o seu aperfeiçoamento.

    "A questão não deve ser a competitividade neste assunto, não deve ser política, mas sim a suficiência mínima razoável. Ao mesmo tempo, a suficiência mínima razoável é determinada, antes de mais nada, pelo critério que mencionei repetidamente em todos os níveis, incluindo o mais alto. Refiro-me ao uso do critério universal de 'custo-benefício'", completou.

    O sistema de mísseis Yars já se tornou a principal arma da Força Estratégica de Mísseis da Rússia, que atualmente conta com mais de 200 sistemas de lançadores móveis deste tipo.

    Míssil balístico intercontinental Yars durante ensaio para parada militar em Moscou (foto de arquivo)
    © Sputnik / Vladimir Astapkovich
    Míssil balístico intercontinental Yars durante ensaio para parada militar em Moscou (foto de arquivo)

    O míssil balístico Bulava, de combustível sólido, pode transportar de 6 a 10 ogivas nucleares e atingir alvos a uma distância de até 10 mil quilômetros com precisão entre 250-300 metros.

    O Topol-M é um sistema de mísseis estratégicos desenvolvido no final dos anos 80 e início dos anos 90. Na versão de baseamento em silo, foi adotado em serviço no ano 2000.

    Mais:

    Corvetas russas lançam mísseis antinavio durante exercícios estratégicos no mar Negro (VÍDEO)
    Jatos russos Su-25 disparam bombas e mísseis para destruir postos de comando 'inimigos' (VÍDEO)
    Sistemas russos Iskander-M e Tochka-U lançam mísseis contra 'alvos inimigos' (VÍDEO)
    Tags:
    ogiva nuclear, arma nuclear, Rússia, mísseis balísticos, mísseis guiados, mísseis
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar