01:53 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    81122
    Nos siga no

    A Marinha dos EUA está desenvolvendo uma mina marítima para complicar a vida dos submarinos inimigos em um eventual conflito armado, segundo mídia.

    A nova mina Hammerhead está sendo concebida para implantação no fundo do mar e "escuta" dos sinais emitidos por submarinos inimigos. Assim que um submersível adversário passar, Hammerhead libera um torpedo que caça e destrói o atacante, escreve o portal Popular Mechanics.

    Ao serem implantadas no trajeto de navios inimigos, as minas marítimas podem dificultar a passagem em áreas vitais de navegação ou obstruir completamente o trânsito.

    As minas marítimas são difíceis de detectar, e as explosões subaquáticas provocadas por sua detonação podem causar danos muito graves, sendo, às vezes, até fatais ao casco de um navio.

    Com o aumento de tensões tanto no Atlântico Norte como no Pacífico, a Marinha dos EUA está preparando uma nova geração de minas marítimas para "encaixotar" submarinos russos e chineses, relata portal.

    A mina Hammerhead é um sistema modular constituído por módulo de cápsula, módulo de ancoragem, módulo de energia, além de módulos de sensor, de comando, de controle, de processamento de sinais, de tomada de decisão e de comunicação.

    A Marinha americana planeja que veículos subaquáticos não tripulados, como o novo Boeing Orca, sejam usados para colocar minas Hammerhead em pontos estratégicos, estreitos, em potenciais campos de batalhas, entre outros.

    Drone subaquático nuclear russo Poseidon
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Drone subaquático nuclear russo Poseidon

    O portal aponta ainda que uma das importantes funções destas novas minas poderia ser deter drone subaquático nuclear russo Poseidon.

    O referido aparelho tem 24 metros de comprimento, consegue atingir uma altíssima velocidade, inalcançável para submarinos, submergir a um quilômetro de profundidade e calcular de forma autônoma a melhor trajetória para chegar ao destino.

    No entanto, a edição sugere que uma barreira de minas Hammerhead implantadas na rota de passagem de Poseidon pode deter o "torpedo do Juízo Final".

    A Marinha dos EUA começou a trabalhar na nova mina em 2018. Espera-se que em 2021 sejam desenvolvidos 30 protótipos. Minas Hammerhead deverão ser entregues em 2023.

    Mais:

    Novo míssil de cruzeiro russo pode voar por tempo ilimitado, diz inteligência militar britânica
    Aviação dos EUA 'perdeu' submarino russo na costa do Chipre
    Indonésia rejeita solicitação dos EUA para hospedar aviões de vigilância
    Tags:
    China, arma nuclear, oceano Pacífico, oceano Atlântico, drone submarino, Marinha dos EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar