01:17 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5416
    Nos siga no

    O Comando Europeu das Forças Armadas dos EUA concluiu na sexta-feira (23) exercícios secretos que tiveram como objetivo testar a capacidade do Comando de mobilizar as suas forças em caso de guerra.

    Nas manobras, denominadas de Austere Challenge 2021 (Desafio Austero 2021) e com duração de uma semana, participaram 4.400 militares dos EUA e da OTAN.

    Os exercícios visaram avaliar a capacidade de resposta dos aliados em caso de eventual conflito, disse o major-general John Boyd, do Comando Europeu dos EUA (EUCOM, na sigla em inglês) e comandante dos exercícios.

    "Os exercícios têm um foco amplo, definitivamente não somos mágicos de um só truque, seria justo dizer que estamos trabalhando em inúmeras questões", afirmou Boyd.

    Os detalhes das manobras têm sido mantidos em segredo, mas o EUCOM disse que elas envolveram a integração de todas as capacidades dos aliados, ou seja, ambientes terrestres, marítimos, aéreos, cibernéticos e espaciais em caso de conflito.

    O treinamento ocorre em um momento "de preocupação militar generalizada quanto a uma Rússia mais assertiva" escreve o portal Star and Stripes.

    Anteriormente a mídia alemã informou que militares da Alemanha participaram de um exercício que simulava o transporte e manuseamento correto de armas nucleares dos EUA, sendo parte de manobras militares da OTAN projetadas para preparar a Aliança Atlântica para a possibilidade de uma guerra nuclear.

    Mais:

    Militares dos EUA iniciam série de exercícios na Europa
    Rússia promete responder às principais manobras da OTAN na Europa
    Polônia começa treinamentos para receber tropas dos EUA em solo europeu (VÍDEO)
    Tags:
    Rússia, operações militares, EUA, OTAN, exercícios militares
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar