16:25 26 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 260
    Nos siga no

    O Exército da Grécia está se preparando para conduzir exercícios de fogo real do sistema de defesa antiaérea russo S-300 em Creta.

    Caso o exercício seja realizado, este seria o segundo em 22 anos desde sua instalação na ilha, segundo o portal ieidiseis.gr.

    O "urso vermelho" [S-300] patrulha o extremo leste de Creta, em um raio de 280 quilômetros em torno da ilha, nos últimos 22 anos, onde o sistema está pronto para "devorar" qualquer "predador", citou o portal.

    O S-300 está se preparando para sua segunda missão no início de novembro no oeste de Creta, onde está localizado um polígono da OTAN.

    O primeiro disparo do S-300 grego foi realizado no polígono da OTAN em Caneia no dia 13 de dezembro de 2013, após 14 anos de sua implantação na região.

    Sistemas de mísseis terra-ar S-300 Favorit do Distrito Militar do Sul durante exercícios militares com o 4º Exército Aéreo e de Defesa Antiaérea no polígono de Ashuluk, na região de Astrakhan.
    © Sputnik / Sergey Pivovarov
    Sistemas de mísseis terra-ar S-300 Favorit do Distrito Militar do Sul durante exercícios militares com o 4º Exército Aéreo e de Defesa Antiaérea no polígono de Ashuluk, na região de Astrakhan.

    A preparação para o segundo exercício do S-300 coincide com a escalada nas relações entre Grécia e Turquia devido ao Mediterrâneo Oriental e aos testes de fogo real pela Turquia dos sistemas de defesa antiaérea russos S-400 no mar Negro.

    O lançamento de mísseis russos de longo alcance em Creta ocorreu em 1999 com a mediação e o consentimento dos norte-americanos, que haviam sido informados sobre sua transferência. Personalidades oficiais norte-americanas estiveram presentes no primeiro disparo do S-300 em Creta.

    "Os sistemas antiaéreos que cobrem Creta consistem principalmente de S-300, bem como de outros sistemas russos de curto alcance (TOR-M1 e OSA). Os mísseis russos colocados em Creta também garantem a segurança da base norte-americana em Suda. Por isso, a diferença entre os S-300 gregos e os S-400 turcos consiste no fato de os mísseis gregos terem o consentimento dos EUA, enquanto os mísseis turcos têm sua desaprovação", ressalta.

    Os sistemas russos S-300 foram adquiridos pelo Chipre ainda nos anos 1990, contudo, devido à forte reação turca, foi acordado com Atenas que os sistemas seriam instalados na ilha de Creta, sendo mais tarde entregues à Grécia.

    Em 2013, a Grécia testou os S-300 pela primeira vez. O lançamento dos mísseis foi realizado na ilha de Creta como parte dos exercícios Águia Branca, atingindo o alvo a 30 quilômetros de distância e a uma altura de aproximadamente dois quilômetros.

    Mais:

    Turquia anuncia manobras no Mediterrâneo em meio a tensões com Grécia
    'Faremos o que for necessário': Turquia adverte Grécia sobre ações no Mediterrâneo
    Grécia se une a mais 3 países europeus em exercícios navais ante tensões com Turquia no Mediterrâneo
    Tags:
    Creta, Grécia, S-300, sistemas de defesa aérea, sistemas de mísseis, sistemas de defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar