16:03 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 300
    Nos siga no

    As capacidades reveladas pelo jornal Global Times poderão dar às forças chinesas importante vantagem sobre seus oponentes em uma possível guerra.

    O Type 055, um destróier com deslocamento de 10.000 toneladas, 180 metros de comprimento, 20 metros de largura e 112 células de lançamento vertical de mísseis, está equipado com um sistema de radar de banda dupla com capacidades anti-stealth e antissatélite, informa a Televisão Central da China (CCTV).

    Além disso, a embarcação é capaz de lançar uma combinação de mísseis superfície-ar, antinavio e antissubmarino, segundo o Global Times.

    Alguns dos sistemas avançados de radar produzidos com tecnologias modernas podem detectar aeronaves em órbita terrestre baixa, que geralmente voam em torno da Terra a uma altitude de 300 ou 500 quilômetros, podendo além disso guiar armas para atacar os satélites, afirmou Wang Ya'nan, especialista chinês em aviação e espaço.

    Destróier Hefei da classe 052D da Marinha chinesa (imagem referencial)
    © Sputnik / Igor Zarembo
    Destróier Hefei da classe 052D da Marinha chinesa (imagem referencial)

    Se o sistema de radar tiver um desempenho suficientemente alto, ele não só detecta, mas também rastreia os satélites, disse Wang, observando que isto significa que o radar pode então guiar as armas para atacar os satélites.

    Os satélites de órbita terrestre baixa podem monitorar vastas regiões de campos de batalha e fornecer importantes dados de inteligência a seus operadores. Em tempo de guerra, se um lado pode suprimir satélites hostis, ele é capaz neutralizar uma parte chave de uma fonte de inteligência inimiga e ganhar uma vantagem para si mesmo, disse Wang.

    O destróier chinês Type 055 foi lançado ao mar em junho de 2017 e, em abril de 2019, debutou em um desfile naval por ocasião dos 70 anos da fundação da Marinha da China.

    Novo navio Type 075 da Marinha chinesa
    Novo navio Type 075 da Marinha chinesa

    Seu comissionamento marca a passagem da Marinha de Guerra chinesa da terceira para a quarta geração de destróieres.

    Segundo as previsões, os navios da classe 055 serão a principal escolta dos porta-aviões chineses.

    O rápido desenvolvimento chinês mostra que o país voltou suas atenções para a modernização da defesa, elevando sua capacidade militar para proteger o desenvolvimento econômico e garantir a soberania.

    Mais:

    EUA fortalecem Corpo de Fuzileiros para conter Marinha chinesa
    Porta-aviões pode comprovar controle da Marinha chinesa sobre coronavírus
    Imagem de satélite revela Marinha chinesa no Paquistão (FOTO, VÍDEO)
    Tags:
    navio, Marinha, China, destróier
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar