14:28 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3643
    Nos siga no

    As fragatas dos projetos 1155, classe Fregat, e 1155.1, classe Admiral Chabanenko, são as embarcações mais perigosas para os submarinos norte-americanos, segundo o portal We Are The Mighty.

    De acordo com a mídia norte-americana, as embarcações foram projetadas para proteger porta-aviões da classe Kiev e cruzadores da classe Kirov contra os submarinos.

    A primeira embarcação do projeto 1155, o destróier Udaloy, tinha um deslocamento de 6.700 toneladas e uma velocidade de 29 nós e transportava dois helicópteros antissubmarino Ka-27, conforme cita o GlobalSecurity.org.

    "Esta embarcação tinha uma série de capacidades que podiam causar pesadelos aos comandantes de submarinos norte-americanos", cita a mídia.

    A capacidade mais assustadora da embarcação eram os dois lançadores quádruplos do sistema Rastrub-B, que tinham alcance maior que o dos torpedos de submarinos da OTAN.

    Destróier russo (imagem ilustrativa)
    © Sputnik / Konstantin Chalabov
    Destróier russo (imagem ilustrativa)

    O destróier também contava com duas peças de artilharia de 100 milímetros, potente artilharia antiaérea e outras armas potentes.

    Foram construídos 12 destes navios, oito dos quais estão hoje em serviço, fornecendo capacidades antissubmarino.

    Mais:

    Marinha russa deve receber novo submarino nuclear em dezembro de 2020
    Preparada para ação: 'moderna e poderosa' fragata da Marinha da Rússia completa testes
    Rússia monitora ações do destróier da Marinha dos EUA que acaba de entrar no mar Negro
    Tags:
    Marinha dos EUA, classe de submarinos Ohio, submarinos russos, submarinos, Marinha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar