03:37 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1551
    Nos siga no

    Para celebrar o centenário do Centro Estatal de Testes de Voo Chkalov, o Ministério da Defesa da Rússia publicou um vídeo com imagens inéditas.

    Pela primeira vez, foi possível observar o lançamento do míssil R-37M a partir do caça Su-35S. O míssil, também conhecido como RVV-BD ou artigo 620, foi criado pela corporação militar Vympel e possui características de destaque.

    O projétil tem um alcance de 200 quilômetros e pode alcançar alvos que voam a uma altitude de até 25 quilômetros. Com isso, o R-37M supera o temido AIM-120D dos EUA, que tem um alcance de aproximadamente 160 quilômetros.

    Além disso, seu peso ultrapassa 510 quilos, dos quais 60 quilos correspondem à carga explosiva, medindo pouco mais de quatro metros.

    O caça Su-35S é capaz de transportar até quatro mísseis deste tipo. Estima-se que o novo projétil faça parte do arsenal padrão dos caças interceptadores MiG-31BM, que, por sua vez, podem transportar até seis unidades do projétil.

    Além do projétil, o vídeo mostra uma versão "conversível" do caça de quinta geração Su-57. Contudo a cena se trata de um voo de teste para analisar como a aeronave se comporta caso perca a canopy da cabine.

    Os testes foram realizados para determinar o estado do piloto caso enfrente uma situação semelhante, porém em condições controladas. Para realizar o teste, a canopy foi desmontada no aeródromo antes da decolagem. De acordo com informações, o piloto não sofreu nenhum imprevisto durante o voo.

    Mais:

    Military Watch enaltece caça russo Su-30, avião que 'seduziu o mundo'
    Rússia testa novíssimos mísseis carregados no interior de avançado caça Su-57
    Caça russo Su-57 pode ganhar 'capa de invisibilidade'
    Tags:
    Rússia, míssil, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar