20:30 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3411
    Nos siga no

    A Marinha norte-americana afirmou que o cruzador de mísseis guiados USS Antietam, entre outras embarcações e aeronaves, atingiu a fragata descomissionada USS Curtis durante exercícios militares.

    Os exercícios foram realizados por uma força conjunta das Forças Armadas dos EUA, que praticaram fogo real multiplataforma, incluindo lançamentos de plataformas terrestres, aéreas e submarina.

    O exercício demonstrou a capacidade de detecção, localização, rastreamento e engajamento de unidades no mar, no ar, na terra e no ciberespaço.

    Durante os exercícios, os militares norte-americanos tiveram como alvo o casco do ex-USS Curtis. A Marinha dos EUA utilizou munições lançadas por esquadrões aéreos, além de mísseis lançados a partir da superfície e por um submarino.

    "O exercício com TLAM [míssil de cruzeiro Tomahawk de ataque terrestre] [...] fornece a todo o grupo de ataque do Ronald Reagan a oportunidade de praticar proficiências críticas de combate de guerra", afirmou o capitão Russell Caldwell, comandante do USS Antietam, citado pelo portal UPI.

    O Valiant Shield é um treinamento de campo bienal dos EUA que visa a integração do treinamento conjunto em um ambiente de águas azuis entre os diferentes ramos das Forças Armadas norte-americanas.

    Mais:

    Marinha dos EUA se reforça com novo navio de combate litorâneo (FOTO)
    Força Aérea e Marinha dos EUA conduzem exercícios conjuntos no mar Negro (VÍDEO)
    Navio de combate costeiro USS St. Louis se junta à Marinha dos EUA (VÍDEO)
    Tags:
    Tomahawk, exercícios militares, exercícios navais, exercícios, Marinha, Marinha dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar