11:23 17 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    171
    Nos siga no

    Após a ordem de Trump de retirar parte dos militares americanos da Alemanha, o comandante da Força Aérea norte-americana na Europa se compromete com um plano transparente para os aliados do continente.

    Segundo o portal Defense News, o general Jeffrey Harrigian disse a repórteres nesta segunda-feira (14) que sua equipe ainda está "na etapa de planejamento" da saída, afirmando que "vamos deliberar" quanto a isso.

    "Queremos ter a certeza que faremos tudo corretamente, de forma a que não haja impacto em nossa capacidade de cumprir a missão enquanto estivermos em transição", disse ele.

    "Ao enfrentarmos isto, queremos garantir que compreendemos os fatos apropriados, além de nos certificarmos que continuaremos estreitamente alinhados com nossos parceiros da nação anfitriã, a mantê-los informados, permanecer transparentes sobre tudo isso e reconhecer o fato de que isso levará algum tempo", acrescentou.

    Em 29 de julho, o secretário de Defesa norte-americano, Mark Esper, anunciou a retirada de 12 mil militares da Alemanha, assim como a transferência de uma parte significativa da infraestrutura militar existente no país europeu.

    Bandeiras alemã e americana em frente à sede do 7º Comando de Treinamento do Exército dos EUA na Bavária, Alemanha (foto de arquivo)
    Bandeiras alemã e americana em frente à sede do 7º Comando de Treinamento do Exército dos EUA na Bavária, Alemanha (foto de arquivo)

    Enquanto os líderes do Pentágono, como Esper, indicaram que esta ação busca criar uma postura mais flexível na Europa, os críticos apontaram para os comentários do presidente Donald Trump, salientando que a retirada é uma punição política para Berlim.

    Em sua fala, Harrigian indicou que o planejamento de qualquer potencial mudança está no início, com o foco em garantir que não haverá nenhum impacto na capacidade operacional dos Estados Unidos na Europa.

    Mais:

    Vários países da OTAN realizarão operação naval conjunta na região do Ártico
    Cachorros-robôs que ajudam a detectar adversários participam de exercícios da Força Aérea dos EUA
    Reino Unido, França e Alemanha reafirmam oposição à restauração de sanções anti-Irã dos EUA
    Tags:
    Força Aérea dos EUA, Alemanha, EUA, militar, Defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar