04:59 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3622
    Nos siga no

    A Rússia começou a construção de dois porta-helicópteros que deverão compensar a sua Marinha pelo cancelamento da entrega em 2014 das embarcações Mistral encomendadas à França.

    As novas embarcações se chamarão Ivan Rogov e Mitrogan Moskalenko e ambas serão produzidas em Kerch, no extremo leste da península da Crimeia. A cerimônia de início da construção decorreu em 16 de julho de 2020 no estaleiro Zaliv desta cidade.

    Espera-se que cada navio carregue de 12 a 18 helicópteros, dependendo do tamanho e da configuração das aeronaves, e que possa operar em missões médicas e de resgate, além das operações de desembarque e de luta antissubmarino.

    As principais forças de ataque serão helicópteros Ka-52 Alligator em sua versão naval. O Ka-52 possui uma série de capacidades únicas e é dotado de mísseis de cruzeiro antinavio Kh-31 que podem atacar a uma distância de 300 quilômetros e voar à velocidade Mach 3.

    Helicópteros de ataque Ka-52 Alligator durante desfile do Dia da Vitória em Moscou
    © Sputnik / Yevgeny Biyatov
    Helicópteros de ataque Ka-52 Alligator durante desfile do Dia da Vitória em Moscou
    "Os helicópteros também podem ser equipados para ataque ao solo e transportar uma carga útil consideravelmente maior do que seu concorrente ocidental mais potente, o Apache Ah-64", publica a Military Watch Magazine.

    Os novos navios permitem também transportar a bordo helicópteros Ka-31 e Ka-27. Os primeiros, aparelhos de alerta aéreo antecipado (AEW), proporcionam um conhecimento da situação muito maior que seus homólogos ocidentais. O Ka-27 é mais versátil, utilizado principalmente como transporte, mas também está disponível como plataforma de busca e resgate, assim como de guerra antissubmarino.

    "A compatibilidade com diversos tipos de helicópteros de alta gama fará com que os próximos porta-helicópteros russos sejam os mais versáteis do mundo de entre todas as embarcações deste tipo", indica a publicação.

    Para além disso, se estuda a possibilidade de transformar estes navios em embarcações hospital. "Na etapa de concepção é selecionada a equipe médica que deve ser alocada e estar sempre a bordo do navio", informou Renat Mistakhov, diretor-geral da companhia de construção naval Ak Bars.

    Os novos porta-helicópteros pertencem ao projeto 23900 Priboy.

    Mais:

    'EUA não devem ameaçar submarinos russos com mísseis balísticos', diz veterano da Marinha dos EUA
    Qual será 1ª embarcação russa a contar com míssil hipersônico Tsirkon?
    Marinha russa testa sistemas de armas de novo navio-patrulha
    Tags:
    Mistral, Rússia, embarcação, Marinha da Rússia, helicóptero
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar