14:56 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5503
    Nos siga no

    Um jato Su-27 foi destacado para interceptar quatro aviões de guerra estrangeiros sobre o mar Báltico nesta segunda-feira (31), informou o Centro Nacional de Gerenciamento de Defesa da Rússia.

    "Em 31 de agosto, os sistemas de controle do espaço aéreo russo detectaram quatro alvos aéreos se aproximando da fronteira do Estado da Federação da Rússia sobre as águas neutras do mar Báltico. Para identificar os alvos aéreos e evitar a violação da fronteira da Federação da Rússia, um caça Su-27 foi enviado", disse o centro em um comunicado ao qual a Sputnik teve acesso.

    Entre os alvos identificados estavam um RC-135 da Força Aérea dos EUA, um Gulfstream da Suécia, um Challenger da Dinamarca e um P-3C Orion da Alemanha.

    Depois que os aviões de guerra foram desviados da fronteira, o jato russo voltou à base. O Su-27 operou em total conformidade com os regulamentos internacionais do espaço aéreo e, segundo as autoridades russas, as aeronaves da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) não cruzaram a fronteira russa em nenhum momento. 

    ​Há várias semanas, o Ministério da Defesa da Rússia tem relatado uma série de aproximações de aeronaves da OTAN ao longo das fronteiras russas sobre os mares Negro e Báltico. Em todas as ocasiões, os aviões de reconhecimento e os bombardeiros estrangeiros foram interceptados por caças russos.

    Mais:

    Caça russo Su-27 intercepta 3 aeronaves de reconhecimento da OTAN sobre Báltico
    Caça MiG-31 intercepta avião de reconhecimento da Noruega perto da fronteira russa no Ártico
    Caças russos Su-27 interceptam bombardeiro estratégico B-52 dos EUA sobre mar Báltico
    Tags:
    Ministério da Defesa da Rússia, defesa, Su-27, intercepção, Suécia, Alemanha, Dinamarca, OTAN, Estados Unidos, EUA, Rússia, mar Báltico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar