13:55 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    51428
    Nos siga no

    A Índia não participará dos exercícios estratégicos de comando e estado-maior Kavkaz 2020, que são planejados para serem realizados na Rússia em setembro deste ano, avança agência ANI citando fontes da Defesa.

    O Ministério da Defesa da Rússia tinha anteriormente indicado que dos exercícios participariam representantes de cinco países estrangeiros. Por sua vez, meios de comunicação indianos informaram que 200 militares poderiam participar dos exercícios.

    "Foi realizada uma reunião de alto nível na qual esteve presente o ministro das Relações Exteriores Subrahmanyam Jaishankar e o chefe do Estado-Maior da Defesa general Bipin Rawat. Após a reunião foi discutido que não seria inadequado participar de exercícios multilaterais onde estarão também presentes militares chineses e paquistaneses", disse uma fonte à agência ANI.
    Soldados russos e indianos durante os exercícios conjuntos antiterroristas Indra-2014
    © Sputnik / Kirill Braga
    Soldados russos e indianos durante os exercícios conjuntos antiterroristas Indra-2014

    Destaca-se que a Índia não pode participar de exercícios juntamente com militares chineses enquanto as forças dos dois países continuam em um impasse na região de Ladakh.

    Recentemente militares de alta patente indianos e chineses realizaram uma série de reuniões relativamente à questão de afastamento das forças, no entanto, as negociações não tiveram efeito sobre a situação na região.

    Mais:

    Índia tenta usar estratégias dos EUA para conter influência da China, diz analista
    Índia se prepara para instalar 35 mil soldados ao longo da fronteira com China, diz Bloomberg
    Índia critica China e Paquistão por declarações sobre a Caxemira
    Tags:
    tensão bilateral, tensão militar, Rússia, disputa territorial, China, Índia, jogos de guerra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar