06:21 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5210
    Nos siga no

    Um algoritmo de inteligência artificial derrotou um piloto humano de caça F-16 em uma simulação de batalha aérea.

    Nesta quinta-feira (20) ocorreu a final de uma competição de combate de inteligência artificial promovida pelo Pentágono. O algoritmo, desenvolvido pela Heron Systems, derrotou facilmente um piloto de caça em todas as cinco rodadas, revela o portal C4ISRNET.

    A competição, chamada de AlphaDogfight Trials, foi parte do Programa de Evolução de Combate Aéreo (ACE, na sigla em inglês) da Agência de Pesquisa de Projetos Avançados de Defesa (DARPA, na sigla em inglês) dos EUA, que explora a automação em combates. O intuito do programa é aumentar a confiança humana em sistemas de inteligência artificial.

    "De uma perspectiva humana, do mundo do piloto de caça, falamos que confiamos no que funciona. E o que vimos foi que nesta área limitada, neste cenário específico, conseguimos uma inteligência artificial que funciona", afirmou Justin Mock da DARPA, um piloto de caças e comentador nas simulações.

    Contudo, as condições das simulações não eram realistas para um combate aéreo. A inteligência artificial tinha total acesso à Informação, o que nunca ocorreria em campo, segundo especialistas consultados pelo portal. Além disso, o piloto não estava operando em uma aeronave real.

    A liderança da DARPA no projeto reconhece que os resultados do combate simulado são somente o primeiro passo em uma longa jornada de desenvolvimento desta tecnologia.

    "A inteligência artificial demonstra grandes promessas", comenta o coronel Dan Javorsek, administrador do programa no Escritório de Tecnologia Estratégica da DARPA.

    Mais:

    'Incrível': Inteligência artificial 'cria' VÍDEOS de alta qualidade da missão Apollo à Lua
    Israel desenvolve sistema de inteligência artificial contra operadores de drones
    F-16 de Taiwan voam com mísseis antinavio para conter a China, diz mídia (FOTOS)
    Tags:
    DARPA, inteligência artificial, F-16, piloto, caça, tecnologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar