10:14 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1815
    Nos siga no

    De acordo com a Marinha britânica, forças da OTAN escoltaram um grupo de nove navios russos que seguia do mar Báltico ao mar do Norte.

    Além dos navios britânicos, embarcações da Alemanha, Dinamarca, Canadá, Noruega e Portugal também participaram da escolta.

    "A Marinha Real demonstrou sua flexibilidade ao escoltar unidades de combate da Marinha russa. Ainda que os navios russos tenham operado de maneira segura e profissional, a [fragata] HMS Westminster, junto com unidades aliadas da OTAN no Báltico e no mar do Norte, realizou a escolta ao longo de todo o percurso", afirmou o comandante da embarcação britânica, Will Paston.

    A HMS Westminster é uma fragata da Marinha Real britânica, baseada em Portsmouth.

    Bandeira da Rússia hasteada em navio da Marinha Real britânica
    © Sputnik / Loudes Gómez
    Bandeira da Rússia hasteada em navio da Marinha Real britânica

    "Missões de escolta como esta são cada vez mais rotineiras para o Mersey e outros navios do Esquadrão de Patrulha Ultramarina da Marinha Real", acrescentou o tenente-coronel Edwards-Bannon.

    A Marinha Real ressaltou que "esta foi a primeira vez nos últimos anos" que tal operação foi realizada sob o comando operacional da OTAN.

    Enquanto isso, o Centro Nacional de Gerenciamento de Defesa da Rússia afirmou no dia 4 de maio que forças da Frota do Norte escoltaram navios dos EUA e do Reino Unido que haviam entrado no mar de Barents.

    Mais:

    Knyaz Vladimir: a nova 'pérola' submarina da frota é entregue à Marinha russa (FOTOS)
    Marinha dos EUA: Su-35 russo faz 2ª intercepção 'perigosa' de P-8A Poseidon no Mediterrâneo (VÍDEO)
    Marinha dos EUA: caça russo Su-35 fez intercepção 'perigosa' de P-8A Poseidon no Mediterrâneo
    Tags:
    OTAN, Marinha, navios de guerra, navios russos, navios
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar