03:02 01 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6184
    Nos siga no

    Militares da base aérea de Volk Field, EUA, colocaram para-raios nos caças F-35A Lightning II (Relâmpago II) para os protegerem de descargas elétricas.

    Não se trata de uma piada, mas, sim, de evitar que os caças de quinta geração sofram o impacto dos raios, informa o portal The Drive.

    A foto divulgada nas redes mostra para-raios instalados sobre as aeronaves, vulneráveis às descargas elétricas, como parte dos preparativos para as manobras Raio do Norte, que a Guarda Nacional Aérea dos EUA iniciou no dia 10 de agosto.

    A estrutura destes aparelhos é feita de materiais compostos e não fornece proteção passiva contra raios, ao contrário das fuselagens metálicas dos caças de gerações anteriores.

    Os técnicos das instalações militares temem que qualquer incidente deste tipo provoque a explosão dos depósitos ou de todo o sistema de combustível dos F-35A devido ao oxigênio acumulado.

    O risco aumenta devido aos problemas com o sistema de pressurização OBIGGS, projetado para preencher o espaço vazio com gás inerte, normalmente nitrogênio.

    Mais:

    Bomba planadora para F-35 sofre atraso de 1 ano devido a projeto defeituoso
    Força Aérea dos EUA se apodera dos caças F-35 fabricados para Turquia
    Lockheed Martin suspende entregas do F-35 após falha no sistema de combustível
    Tags:
    Força Aérea dos EUA, F-35A, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar