04:35 31 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6461
    Nos siga no

    Na última semana, as forças navais e terrestres do Exército de Libertação Popular (ELP) da China estão realizando manobras marítimas e de desembarque anfíbio na província de Hainan.

    Os exercícios ocorrem ao mesmo tempo em que os EUA conduzem atividades militares próximo de Taiwan e no mar do Sul da China, ações que Pequim considera provocativas, segundo o Global Times.

    As tropas terrestres do 74º Agrupamento do Exército chinês, baseado em Guangdong, conduziram um assalto na praia, em simulação de um confronto entre duas forças, na província de Hainan, no sul da China, informou a televisão central CCTV.

    Soldados do Exército Popular de Libertação da China (PLA) na parada militar comemorativa do 90º aniversário do exército chinês, julho de 2017
    © REUTERS / China Daily
    Soldados do Exército Popular de Libertação da China (PLA) na parada militar comemorativa do 90º aniversário do exército chinês, julho de 2017

    Com os exercícios, que deverão continuar nas próximas semanas, o ELP não apenas mostra suas capacidades e determinação, como também envia um alerta aos norte-americanos para não realizarem movimentos de risco ou ofensivos na região, escreve o Global Times.

    "O ELP tem capacidade e determinação para garantir a segurança e soberania nacional, bem como a segurança de seus interesses", indica a mídia.

    Em 16 e 17 de agosto, está previsto que a Marinha chinesa conduza exercícios de fogo real na área de Zhoushan.

    O primeiro navio de assalto anfíbio da China, Type 075, recentemente navegou rumo a Xangai, enquanto helicópteros de ataque conduziram uma série de exercícios de assalto na província de Fujian.

    De acordo com o Global Times, os exercícios são uma resposta aos atos provocativos empreendidos pelos EUA, nomeadamente o recente envio do seu porta-aviões nuclear USS Ronald Reagan ao mar do Sul da China, bem como a realização, por um avião antissubmarino P-8A, de missões de patrulha e reconhecimento no sul do estreito de Taiwan.

    Mais:

    Pequim reage à fala de Pompeo e pede que os EUA não se intrometam no mar do Sul da China
    Demandas territoriais de Pequim no mar do sul da China são 'ilegais', diz Pompeo
    EUA são o maior impulsionador da militarização no mar do Sul da China, afirma Pequim
    Tags:
    EUA, exercícios militares, exercícios táticos, exercícios navais, exercícios aéreos, exercícios, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar