23:42 30 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4108
    Nos siga no

    Um oficial do Exército dos EUA afirmou que foram feitos progressos significativos em relação à possível implementação de veículos robóticos pesados em combate, após uma série de testes.

    "Estamos usando muita tecnologia, estamos experimentando e esse experimento foi 100% bem-sucedido", disse o brigadeiro-general Ross Coffman dos EUA, conforme relatado pelo Defense News.

    "O objetivo era aprender onde a tecnologia está agora e como pensamos que queremos lutar com ela no futuro […] Alguma [tecnologia] nos surpreendeu e alguma ainda temos um pouco de trabalho a fazer", admitiu.

    No entanto, observou Coffman, o sucesso do experimento não se traduz necessariamente em progresso de aquisição real no esforço do Veículo Robótico de Combate (RCV, na sigla em inglês). Mesmo assim, o Exército, com a ajuda de empresas não identificadas, tem conseguido enfrentar, e às vezes superar, os obstáculos tecnológicos dos RCV, como a comunicação entre o robô e o controlador, segundo Coffman.

    Acima das expectativas

    O general americano disse que o progresso no uso das formas de onda de comunicação atuais disponíveis para o programa RCV pode apresentar uma oportunidade para o Exército americano ser capaz de tomar decisões no campo de batalha "mais rápida e eficazmente".

    "Se você pudesse estender o campo de batalha em até dois quilômetros com um robô, isso significa que você pode tomar decisões antes que seu inimigo chegue", explicou.

    Coffman confessou que o software conectando o robô e um veículo de combate de infantaria Bradley (o veículo de controle do experimento) "não foi perfeito", mas conseguiu funcionar acima das expectativas do serviço. De acordo com o oficial, o software permitiu que o robô se movesse cerca de 80 a mil metros à frente do veículo, além de identificar as coordenadas inimigas.

    BigDog, robô criado em 2005 pela Boston Dynamics
    © CC0
    BigDog, robô criado em 2005 pela Boston Dynamics

    "Eu não sabia como isso funcionaria", disse Coffman. "Tivemos alguns desafios, como obter a granularidade exata à distância, mas a capacidade de identificar pontos quentes e posições inimigas achei absolutamente excepcional."

    Olhando para o futuro, o Exército pretende realizar uma demonstração em Fort Hood, no Texas, no primeiro trimestre do ano fiscal de 2022, informou o Defense News. O experimento servirá como operação de acompanhamento para os testes na base de Fort Carson, no Colorado, e está programado para incluir quatro protótipos RCV médios e quatro variantes leves.

    Mais:

    EUA prosseguem desenvolvendo robôs de combate sem levar riscos em consideração?
    EUA desenvolvem tecnologia para converter seus tanques em robôs de combate
    Robô militar russo Marker será equipado com 'drones suicidas' de combate e reconhecimento
    Tags:
    veículo autônomo, veículo robô, robô, Exército dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar