12:14 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    10354
    Nos siga no

    Um novo relatório apresentado na segunda-feira (3) por 15 membros do Comitê de Sanções para a Coreia do Norte do Conselho de Segurança da ONU alega que os norte-coreanos estejam violando as sanções.

    Além disso, o relatório sugere que a Coreia do Norte provavelmente estaria desenvolvendo minidispositivos nucleares para mísseis balísticos.

    "A República Popular Democrática da Coreia (RPDC) continua seu programa nuclear, incluindo a produção de urânio altamente enriquecido e a construção de um reator experimental de água leve. Um Estado-membro assegurou que a República Popular Democrática da Coreia continua a produção de armas nucleares", indica o relatório confidencial observado pela Reuters.

    O relatório também revelou que diversos países não identificados da ONU acreditam que os últimos seis testes nucleares da Coreia do Norte tinham como objetivo desenvolver estes minidispositivos.

    Com isso, a Coreia pretende permitir a incorporação de melhorias tecnológicas, como pacotes de ajuda à penetração ou o desenvolvimento de sistemas de ogivas múltiplas, declarou um país não nomeado no relatório da ONU.

    Líder norte-coreano Kim Jong-un cercado de generais com pistolas em suas mãos durante celebração dos 67 anos do cessar-fogo na Guerra da Coreia
    © AFP 2020 / STR / KCNA VIA KNS
    Líder norte-coreano Kim Jong-un cercado de generais com pistolas em suas mãos durante celebração dos 67 anos do cessar-fogo na Guerra da Coreia

    Recentemente, o líder norte-coreano Kim Jong-un afirmou que as armas nucleares funcionam como um dissuasor "confiável e eficaz" contra "pressões de alta intensidade e ameaças militares, bem como chantagem por reacionários imperialistas e forças hostis".

    O relatório surgiu semanas depois que o Japão divulgou seu livro branco de defesa anual, que não apenas expressou que Pequim era uma ameaça contínua, como também que Pyongyang representa "uma séria e iminente ameaça à segurança do Japão".

    O livro branco detalha que a Coreia do Norte havia feito progressos em sua tecnologia de mísseis balísticos em "um ritmo extremamente rápido" e poderia utilizar um míssil balístico para lançar uma arma nuclear ao Japão.

    Mais:

    Coreia do Norte adverte que Reino Unido será 'forçado a pagar o preço' por sanções
    'Seria útil': Trump acena com 3º encontro com Kim, mas Coreia do Norte dá de ombros
    FOTO de satélite sugere existência de instalação nuclear 'ativa' na Coreia do Norte
    Tags:
    ONU, Coreia do Norte, míssil balístico, ogiva nuclear, ogivas, ogiva
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar