01:08 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5580
    Nos siga no

    Avançados mísseis balísticos intercontinentais (ICBM) russos estão em desenvolvimento há décadas e não são fáceis de construir, mas quando forem implantados podem mudar o equilíbrio de forças a favor da Rússia, escreve edição norte-americana The National Interest.

    Um dos mísseis russos com maior alcance é o RS-36M Voevoda (SS-18 Satan, na designação da OTAN). Este ICBM, instalado em silo de lançamento, tem um alcance de aproximadamente dez mil quilômetros e é equipado com uma ogiva nuclear.

    Embora o alcance do SS-18 Satan seja sem dúvida impressionante, o míssil é um tanto obsoleto. No entanto, ele já tem substituição – o Sarmat.

    É provável que o Sarmat tenha um alcance ainda maior, é difícil encontrar detalhes sobre esta arma, mas estima-se que o novo ICBM seja capaz de cobrir uma distância de 18 mil quilômetros, aponta portal. Segundo informações, o Sarmat seria capaz de transportar dez ogivas grandes ou 16 ogivas de carga menor.

    Outra forma de uso do míssil Sarmat é como veículo de lançamento de uma arma hipersônica avançada que está atualmente em desenvolvimento, escreve autor do artigo.

    O momento em que os militares russos se preparam para o lançamento do novíssimo míssil Avangard
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Federação da Rússia
    O momento em que os militares russos se preparam para o lançamento do novíssimo míssil Avangard

    Durante o desenvolvimento deste sistema surgiram alguns problemas, por isso, a entrega em série de Sarmat para a Força Estratégica de Mísseis da Rússia foi adiada várias vezes, agora é planejado que a entrega ocorra em 2021.

    O mais notável destes sistemas de mísseis é o Avangard, que será transportado por mísseis balísticos intercontinentais equipados com esses blocos hipersônicos planadores.

    Seus mísseis podem voar a uma velocidade 20 vezes superior à do som e manobrar alterando sua rota e altura, ultrapassando, assim, os sistemas de defesa antiaérea do inimigo.

    Mais:

    Marinha dos EUA testa com êxito míssil balístico Trident II capaz de transportar ogiva nuclear
    Irã apresenta novo míssil balístico de curto alcance (VÍDEO)
    EUA planejam terminar desenvolvimento de novo míssil balístico intercontinental até 2025
    Tags:
    Estados Unidos, Rússia, míssil hipersônico, ogiva nuclear, Sarmat, Avangard, míssil balístico intercontinental
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar