12:59 28 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4682
    Nos siga no

    A Rússia celebra neste domingo (26) o Dia da Marinha com desfiles navais que reunirão um número recorde de 250 navios, mais 100 do que no ano passado.

    Nos eventos comemorativos nas principais bases navais do país participarão também aproximadamente 15.000 militares, 80 aviões e helicópteros, juntamente com mais de 100 equipamentos bélicos terrestres.

    O presidente russo, Vladimir Putin, assistirá ao desfile naval em São Petersburgo, que contará com 46 embarcações, incluindo a fragata Admiral Kasatonov, o destróier Vice-Admiral Kulakov, navios de desembarque e porta-mísseis, corvetas e submarinos, junto com o histórico navio Poltava, do século XVIII, recriado em um estaleiro.

    A parte aérea da cerimônia em São Petersburgo reunirá 41 aeronaves, entre elas caças Su-33, Su-27 e MiG-29, bombardeiros Su-24, aviões de ataque ao solo Su-25, aeronaves antinavio Tu-142, aviões anfíbios Be-200 e Be-12, um avião de alerta e controle A-50, helicópteros Mi-8, Ka-31, Ka-29 e Ka-27, entre outros.

    A data será também assinalada com desfiles navais em Severomorsk, base da Frota do Norte, em Sevastopol, base da Frota do Mar Negro, bem como em Kaspiysk, que abriga parte da Flotilha do Cáspio, em Baltiysk, onde se localiza uma base da Frota do Báltico e em Vladivostok, sede da Frota do Pacífico.

    O Dia da Marinha russa é celebrado anualmente no último domingo de julho.

    Mais:

    Marinha russa contará com 80 submarinos em 2020
    Marinha russa ganha boias que 'escondem' submarinos
    Seria pesadelo: Marinha dos EUA teme que todos os navios russos ganhem mísseis supersônicos
    Tags:
    militares, forças militares, São Petersburgo, Rússia, Marinha da Rússia, Marinha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar