10:27 12 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    492
    Nos siga no

    O Departamento de Estado dos EUA aprovou um contrato no valor de US$ 634,7 milhões (R$ 3,3 bilhões) para a modernização da frota de caças F-16 Fighting Falcon do Chile.

    "O Departamento de Estado tomou a decisão de aprovar uma possível venda militar ao governo do Chile de equipamentos e serviços relacionados à modernização dos F-16 por um custo estimado em US$ 634,7 milhões", informa a Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA, na sigla em inglês) em comunicado.

    Nesta quinta-feira (23), a DSCA entregou a certificação necessária notificando o Congresso dessa possível venda, salienta o anúncio.

    Caça F-16 Fighting Falcon com um padrão de pintura fantasma passa por manutenção na base aérea de Hill, Utah, EUA 28 de maio de 2020
    © Foto / R.Nial.Bradshaw / Força Aérea dos EUA
    Caça F-16 Fighting Falcon com um padrão de pintura "fantasma" passa por manutenção na base aérea de Hill, Utah, EUA 28 de maio de 2020

    O Chile solicitou a compra de equipamentos e serviços de modernização que incluem 19 sistemas de visualização montados no capacete (JHMCS), seis bombas MK-82, 44 dispositivos LN-260 de GPS/INS e 49 rádios táticos de distribuição multifuncional de informações MIDS-J, segundo o texto.

    O contrato também cobre atualizações de software, rádios ARC-238, altímetros de radar de altitude combinada (CARA), suporte ao sistema conjunto de planejamento de missões (JMPS), transponders e identificadores de amigo ou inimigo AN/APX-126, aplicativos de criptografia e outros equipamentos, agrega.

    Mais:

    Força Aérea do Chile reconhece queda de aeronave que seguia rumo à Antártica com 38 pessoas a bordo
    Pentágono pretende criar avião que muda de forma em voo
    Turquia está testando sistemas russos S-400 contra caças F-16, relata portal norte-americano
    Tags:
    aeronave, Pentágono, F-16, caça, defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar