08:09 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    7250
    Nos siga no

    Nova Deli adotou uma estratégia com duas vertentes para uma revisão de meia-idade dos aviões existentes e a introdução de novos aviões em meio ao confronto com a China.

    O Ministério da Defesa da Índia aprovou na quinta-feira (2) uma aquisição há muito esperada de cerca de US$ 2,5 bilhões (R$ 12,9 bilhões) para a Força Aérea da Índia (IAF, na sigla em inglês) e o Exército do país em meio à militarização ao longo da Linha de Controle Real (LAC, na sigla em inglês).

    O Conselho de Aquisição da Defesa (DAC, na sigla em inglês), sob a presidência do ministro Rajnath Singh, aprovou a compra de 21 aeronaves MiG-29 juntamente com a atualização de 59 aeronaves MiG-29 existentes, bem como a aquisição de 12 aeronaves Su-30MKI.

    "Atendendo à necessidade há muito sentida pela Força Aérea da Índia de aumentar seus esquadrões de caças, o DAC também aprovou a proposta de aquisição de 21 [aviões] MiG-29, juntamente com a atualização das 59 aeronaves MiG-29 existentes e a aquisição de 12 aeronaves Su-30MKI."

    "Embora a aquisição e atualização de MiG-29 da Rússia seja estimada em 7.418 crores [R$ 5,26 bilhões], os Su-30 MKI serão adquiridos da HAL [Hindustan Aeronautics Limited] a um custo estimado de 10.730 crores [RS$ 7,51 bilhões]", disse o Ministério da Defesa em um comunicado. Um crore representa o valor de 10 milhões, neste caso de rupias.

    Caças MiG-29 e Su-30SM das esquadrilhas acrobáticas Russkye Vityazi e Strizhi durante ensaio do desfile aéreo da Parada da Vitória
    © Sputnik / Aleksandr Vilf
    Caças MiG-29 e Su-30SM das esquadrilhas acrobáticas Russkye Vityazi e Strizhi durante ensaio do desfile aéreo da Parada da Vitória

    O conselho também decidiu produzir mais lançadores múltiplos de foguetes Pinaka, uma atualização de armamento de veículos de combate de infantaria BMP russos e Rádios Definidos por Software (SDR, na sigla em inglês).

    "Estas aquisições incluem munições Pinaka, atualizações de armamento de BMP e Rádios Definidos por Software para o Exército, Sistemas de Mísseis de Cruzeiro de Ataque Terrestre de Longa Distância e Mísseis Astra para a Marinha e Força Aérea. O custo destas propostas de projeto e desenvolvimento está na faixa de US$ 2,7 bilhões [R$ 14,3 bilhões].", acrescentou o ministério.

    Enquanto a aquisição dos sistemas de mísseis Pinaka permitirá criar regimentos adicionais além dos já existentes, a adição dos Sistemas de Mísseis de Ataque Terrestre de Longo Alcance que têm distância de tiro de até 1.000 quilômetros ao arsenal existente reforçará a capacidade de ataque da Marinha e da IAF.

    Da mesma forma, a obtenção dos mísseis Astra, com capacidade além do alcance visual (BVR, na sigla em inglês), servirá como multiplicador de força e aumentará imensamente a capacidade de ataque da Marinha e da IAF, enfatizou o Ministério da Defesa.

    Aquisições militares indo-russas

    A Índia está negociando com a Rússia a compra de aeronaves MiG-29 e Su-30MKI desde 2019. Na época, uma equipe de alto nível da IAF visitou uma instalação russa para verificar os aviões MiG-29, mais tarde apresentando um relatório favorável ao quartel-general da IAF.

    O marechal-chefe R.K.S. Bhadauria, chefe da IAF, disse no passado que os caças adicionais Sukhoi Su-30MKI seriam construídos pela HAL nas instalações de Nasik, no estado de Maharashtra, no sul da Índia.

    O plano de compra maciça foi aprovado em meio a uma escalada militar na fronteira com a China, embora uma série de reuniões de alto nível tenha sido realizada para resolver o problema no vale de Galwan. Pelo menos 20 soldados indianos foram mortos em um brutal confronto com o Exército Popular de Libertação da China, em 15 de junho, e o premiê indiano Narendra Modi disse que seu país não esqueceria as mortes.

    Mais:

    Índia pretende receber sistemas de mísseis russos Igla o mais rápido possível, segundo mídia
    Tanques T-14 Armata russos poderão em breve ser exportados para Índia
    Tags:
    Narendra Modi, Astra, Ministério da Defesa da Índia, Ministério da Defesa, Su-30MKI, Exército da Índia, MiG-29, Su-30, Força Aérea da Índia, China, Rússia, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar