06:10 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    31518
    Nos siga no

    A Raytheon, empresa do setor de defesa, lançou uma bomba GBU-53 a partir de um caça F/A-18E/F Super Hornet durante teste.

    De acordo com a empresa, a bomba planadora GBU-53/B StormBreaker, de aproximadamente 113 kg, pode ser lançada em diferentes condições climáticas.

    "A StormBreaker é a única arma que permite o piloto atingir alvos em movimento durante tempo ruim ou se tiver poeira ou fumaça na área", publicou a agência AP citando o diretor de programa da empresa Cristy Stagg.

    A bomba poderá ser lançada tanto de caças Super Hornet como também do F-15E Eagle. O armamento também está sendo integrado ao novo caça F-35 Joint Strike.

    Bomba moderna

    Comentando o teste e as características do armamento, o jornalista especializado em tecnologias David Hambling disse na revista Forbes que a GBU-53/B StormBreaker supera as bombas mais antigas.

    A razão disso seria um buscador de ondas de radar milimétricas combinado com um sensor infravermelho.

    Além disso, para seu guiamento, a bomba usa tanto tecnologia a laser como dados de GPS.

    Diferente de outras bombas, a StormBreaker também seria capaz de buscar autonomamente alvos logo após ser lançada de uma plataforma aérea.

    Bomba aérea GBU-53/B StormBreaker da Raytheon
    Bomba aérea GBU-53/B StormBreaker da Raytheon

    Por sua vez, os funcionários da Raytheon envolvidos no desenvolvimento do armamento, que decorre desde 2010, acreditam que a bomba possa virar o jogo em um cenário de guerra por sua capacidade de busca de alvos.

    Com combinação de sensores e algoritmos inteligentes, a StormBreaker pode analisar e classificar um grande número de alvos no terreno, escolhendo o prioritário.

    Durante seu voo, sua trajetória pode ser alterada, já que mantém comunicação constante com a aeronave de lançamento.

    A StormBreaker pode ser dotada de ogiva explosiva, de fragmentação ou de perfuração, aumentando sua eficiência contra tanques, prédios e tropas.

    Mais:

    Explode uma bomba na Síria no percurso de patrulhamento turco-russo
    Cientistas apontam locais que seriam 'bombas-relógio' de patógenos, incluindo coronavírus
    VÍDEO mostra caça F-15E dos EUA testando bombas nucleares
    Tags:
    Raytheon, tecnologia militar, bomba, F-35, F-18, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar