14:56 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1170
    Nos siga no

    Bombardeiros norte-americanos fizeram uma incursão perto da fronteira da Rússia, junto do Distrito Militar Oriental, onde foram escoltados por caças russos Su-30, Su-35 e MiG-31.

    A Força Aérea da Rússia lançou vários caças para interceptar dois bombardeiros norte-americanos B-52H sobre o mar de Okhotsk, na fronteira entre os dois países, informou o Ministério da Defesa da Rússia.

    "Hoje [19] forças [...] do Distrito Militar Oriental detectaram e escoltaram sobre as águas neutras do mar de Okhotsk dois bombardeiros B-52H da Força Aérea dos EUA. Os aviões [...] foram monitorados por meios de controle russos durante todo o percurso a uma distância considerável da fronteira nacional da Federação da Rússia", diz o comunicado.

    Os bombardeiros norte-americanos foram escoltados por caças russos Su-30, Su-35 e MiG-31. Segundo indica a declaração, a fronteira russa não foi violada e os voos dos aviões russos foram realizados "em estrita conformidade com o direito internacional".

    Na última semana e meia, a Força Aérea dos EUA escoltou por duas vezes bombardeiros russos Tu-95MS na mesma região. Na quarta-feira (17), caças F-22 da Força Aérea dos EUA escoltaram quatro bombardeiros estratégicos Tu-95MS russos perto da fronteira EUA–Rússia.

    Em 11 de junho, as quatro aeronaves sobrevoaram as águas internacionais dos mares de Chukotka, Bering e Okhotsk, bem como a parte norte do oceano Pacífico.

    Mais:

    Caças russos Su-27 escoltam bombardeiros estratégicos B-52H dos EUA sobre mar Báltico (VÍDEO)
    EUA enviam bombardeiros nucleares para missões de 'dissuasão estratégica' no Pacífico (FOTOS)
    EUA ordenam retorno de bombardeiros nucleares enviados para 'demonstração de força' no Pacífico
    Tags:
    Mar de Okhotsk, Força Aérea da Rússia, Força Aérea dos EUA, Distrito Militar Oriental, B-52H, MiG-31, Su-35, Su-30, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar