21:31 09 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 89
    Nos siga no

    Caças F-22 dos EUA escoltaram bombardeiros russos Tu-95MS que estavam realizando um voo regular na região fronteiriça entre os dois países, informou hoje (17) Ministério da Defesa russo.

    "Quatro bombardeiros estratégicos russos Tu-95MS [...] realizaram um voo de rotina sobre águas internacionais do mar de Chukotka, mar de Bering, mar de Okhotsk e região norte do oceano Pacífico", avança o comunicado.

    O voo teve uma duração de 11 horas. "Em determinadas partes da rota, as aeronaves russas foram escoltadas por caças F-22 da Força Aérea dos EUA", acrescenta a entidade militar russa.

    Todos os voos realizados pela aviação de longo alcance da Rússia sobre o Ártico, Atlântico Norte, Pacífico e mares Báltico e Negro "decorrem sempre em conformidade com as regras internacionais".

    Em maio, aviões estratégicos dos EUA conduziram, por sua vez, cinco voos ao longo das fronteiras russas.

    Anteriormente dois bombardeiros norte-americanos B-1 realizaram a primeira operação estratégica de longo alcance na região nórdica, incluindo o treinamento de apoio aéreo próximo, em conjunto com a Força Aérea da Suécia.

    Mais:

    Reino Unido vê ameaça na 'aliança' entre Rússia e China no Ártico, diz parlamentar britânico
    Bombardeiros estratégicos B-52 dos EUA conduzem missão aérea com caças da Noruega no Ártico (VÍDEO)
    Por que EUA querem construir frota de quebra-gelos no Ártico?
    Tags:
    Força Aérea, EUA, fronteiras russas, oceano Ártico, Tu-95MS, bombardeiro estratégico, F-22 Raptor
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar