20:44 05 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4571
    Nos siga no

    Os sistemas de mísseis russos de defesa antiaérea Tor derrubaram mais de 45 drones usados ​​por militantes terroristas na Síria, informou o chefe das Forças de Defesa Antiaérea da Rússia, tenente-general Aleksandr Leonov.

    "Desde o início do serviço em combate, os veículos de combate Tor atingiram mais de 45 drones criados por militantes", disse Leonov em entrevista à revista Natsionalnaya Oborona (Defesa Nacional).

    O sistema de mísseis de defesa antiaérea Tor-M2 pode abater aviões, helicópteros, mísseis controlados por rádio, bombas aéreas, drones e outros tipos de armamento aéreo moderno.

    Segundo Leonov, os sistemas de defesa antiaérea Tor de curto alcance de diversas modificações são usados ​​em conjunto com os sistemas S-400 e Pantsir-S na proteção de várias instalações na Síria. As forças armadas russas receberão os sistemas de defesa antiaérea Tor-M2 até 2027, acrescentou o tenente-general.

    A pedido do governo sírio, Moscou tem ajudado as tropas locais a recuperar o controle sobre as áreas ocupadas por militantes terroristas na província de Idlib, no norte do país. Os militares russos usam as instalações navais da cidade de Tartus e a base aérea de Hmeymim.

    Em 2019, os militares russos repeliram uma série de ataques aéreos, destruindo 53 drones e 27 foguetes lançados contra a base aérea de Hmeymim.

    Mais:

    Militares russos detectam avião espião dos EUA próximo de base aérea russa na Síria
    Enviado dos EUA diz que seu objetivo na Síria é criar 'atoleiro' para Rússia
    Tags:
    Tor-M2, defesa, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar