12:07 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3310
    Nos siga no

    Pequim está "preocupada" com as informações de que a administração Trump estaria discutindo retomar seus testes nucleares após uma pausa de quase 30 anos, e insta Washington que se "mantenha comprometido" com sua promessa de suspender estes testes.

    Em declarações à mídia de Pequim, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, transmitiu a preocupação de seu país pela "discussão interna na administração norte-americana sobre a retomada dos testes nucleares".

    Neste sentido, o país se juntou à Rússia para expressar seu apoio a uma declaração emitida recentemente pelo Grupo de Pessoas Eminentes da Organização do Tratado de Interdição Completa de Ensaios Nucleares, que também pediu a Washington que não reinicie estes testes.

    A porta-voz destacou que este tratado de 1996 é "um pilar importante do sistema internacional de controle de armas nucleares e de grande importância para promover o desarmamento nuclear, proibir a proliferação nuclear e defender a paz e a segurança mundial".

    Míssil SM-3 Block IIA é lançado do complexo Aegis Ashore (foto de arquivo)
    © Foto / Domínio público/ Marinha dos EUA
    Míssil SM-3 Block IIA é lançado do complexo Aegis Ashore (foto de arquivo)

    Pequim espera que Washington "escute o chamado da comunidade internacional" e contribua para a manutenção do desarmamento nuclear e o regime de não proliferação, enfatizou Hua, ressaltando que os EUA "não deveriam dar mais passos no caminho errado de minar a estabilidade estratégica global".

    Os EUA não realizam testes nucleares desde 1992. No mês passado, o The Washington Post reportou, citando fontes anônimas, que o governo de Donald Trump propôs a possibilidade de realizar um teste nuclear, e o tema foi abordado no dia 15 de maio em uma reunião de altos funcionários das principais agências de segurança nacional.

    Mais:

    Houthis respondem com míssil balístico a anúncio de cessar-fogo da Arábia Saudita
    EUA planejam terminar desenvolvimento de novo míssil balístico intercontinental até 2025
    Míssil de cruzeiro ucraniano passa por teste em voo rasante sobre mar Negro (VÍDEO)
    Tags:
    China, EUA, teste militar, teste nuclear, teste nuclear, teste, arma nuclear
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar